12.8 C
Itapema
quinta-feira, junho 30, 2022
mais
    InícioPolíciaPolícia Civil elucida homicídio e realiza prisão em Canoinhas

    Polícia Civil elucida homicídio e realiza prisão em Canoinhas

    Em:

    Em Destaque

    Casa da Família oferece aulas de idioma para crianças

    No Centro de Inteligência Emocional Casa da Família, da...

    Governo do Estado anuncia abertura de novos leitos de UTI pediátrica

    A semana foi de ampliação da rede de atendimento...

    Policiais civis elucidaram um homicídio qualificado praticado no dia 18/06/2022, por volta das 21h, no interior de uma residência na rua Francisco Wilmar Friedrich, em Canoinhas, e cumpriram um mandado de prisão contra o suspeito.

    A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC). A Polícia Civil havia sido acionada na manhã de domingo (19), tendo em vista o encontro de um corpo no bairro Industrial.

    A DIC/PCSC foi ao local e constatou se tratar de um homicídio qualificado pelo motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima, cometido de forma brutal, sem a mínima possibilidade de defesa. O suspeito teria atraído a vítima até a sua residência para o consumo de bebida alcoólica, e, em seguida, a executado com golpes realizados com instrumentos perfurocortantes.

    A Polícia Científica e o Instituto Médico Legal foram acionados e realizaram os trabalhos técnicos e o encaminhamento do corpo para exame cadavérico. Houve tomada de depoimento preliminar de moradores locais, e em seguida foi possível seguir rastros de sangue até a porta de uma residência localizada distante aproximadamente 50 metros do local em que o corpo foi encontrado. O morador não foi localizado.

    Já no interior da residência, constatou-se que as agressões se iniciaram no interior da edificação. Na parte externa da casa foi encontrada uma foice com resquícios de sangue embaixo do assoalho (instrumento utilizado para a realização de algumas lesões no corpo da vítima).

    O suspeito foi localizado horas depois em uma praça localizada na região central. Em interrogatório, ele confessou a autoria dos fatos após um desentendimento entre os dois, uma vez que a vítima queria sair a noite, ao passo que o suposto autor se recusava a sair de casa. O preso foi encaminhado para a Unidade Prisional Avançada de Canoinhas.

    Cidades