18.2 C
Itapema
segunda-feira, agosto 15, 2022
mais
    InícioPolíciaOperação “capo”: polícia civil prende três pessoas e apreende mais de 20...

    Operação “capo”: polícia civil prende três pessoas e apreende mais de 20 mil carteiras de cigarros

    Em:

    Em Destaque

    Nesta quarta-feira (29), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Itajaí, desencadeou a 3ª fase da operação “Capo” para o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão, um em Itajaí e outro em Barra Velha, e outro mandado de prisão preventiva.

    Por meio de investigação, foi apurado que um homem, integrante de facção criminosa com atuação em Santa Catarina, estava utilizando de “laranjas” para lavar dinheiro oriundo do tráfico de drogas e outros delitos, por meio da aquisição de veículos. Esse homem já estava preso, mas contra ele foi cumprido nesta quarta-feira (29) um novo mandado de prisão preventiva pelo crime de lavagem de capitais.

    Ainda nesta quarta-feira (29), um veículo, avaliado em cerca de R$ 90 mil, foi alvo de ordem de sequestro, tendo sido a mulher que o ocultava autuada em flagrante pelo crime de lavagem de capitais. Ainda, na posse da mulher presa em flagrante e de outra mulher foram apreendidas mais de 20 mil carteiras de cigarro de origem paraguaia. As mulheres foram autuadas em flagrante pelo crime de contrabando.

    Fases anteriores da Operação “Capo”

    Na 1ª fase da operação, deflagrada no dia 19 de janeiro deste ano, uma ação conjunta da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil e da DIC/PCSC de Itajaí, cumpriu um mandado de prisão preventiva contra um homem investigado em Curitiba, no Paraná, pelo crime de organização criminosa.

    Na 2ª fase da operação, deflagrada no dia 16 de março deste ano, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão domiciliar em Itajaí, sendo cumprida ordem de sequestro de um automóvel de luxo, avaliado em R$ 200 mil, e novo mandado de prisão preventiva em desfavor do mesmo homem também pelo crime de lavagem de dinheiro.

    O inquérito policial deve ser concluído e encaminhado ao Ministério Público nos próximos dias. Os presos se encontram à disposição da Justiça.

    928e51b2 523b 431b 83fc c59ff215ac91

    Cidades