14.8 C
Itapema
quarta-feira, maio 29, 2024
mais
    InícioSanta CatarinaColuna Pelo EstadoProjeto Nova Ferroeste avança em Santa Catarina

    Projeto Nova Ferroeste avança em Santa Catarina

    Em:

    Em Destaque

    A Nova Ferroeste será pauta de uma reunião que deve ocorrer nesta quarta-feira, 15, para falar da integração entre  Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. O econtro terá a participação da Facisc e Acic de Chapecó. A necessidade do milho para as agroindustrias do oeste catarinense está no centro do problema e o ramal entre Cascavel e Chapecó é apontado como a principal solução. Na semana passada, durante a reunião de diretoria da Facisc, em Florianópolis, o governador Jorignho Mello recebeu das mãos do vice-presidente Regional do Oeste, Milvo Zancanaro e o diretor de Agronegócios, Vincenzo Mastrogia, o estudo de viabilidade da Ferroeste em Santa Catarina, onde foi reforçado os contrapontos e a importância do ramal. “O Governador reconheceu a necessidade do milho onde reforçamos a necessidade do investimento nas estradas catarinenses ”, disse.

    O setor empresarial ficou satisfeito com o resultado do estudo, que segundo eles, comprova que vale a pena investir na construção do ramal Cascavel a Chapecó, que terá um custo, pago pela iniciativa privada, de aproximadamente R$ 6,5 bilhões. O estudo de viabilidade, custeado pelas entidades, possibilita a participação junto ao Paraná no leilão para a permissão de exploração da malha férrea.

    O oeste é conhecido por ser a região que mais transforma proteína vegetal em proteína animal. Hoje, SC tem um deficit anual de mais de 5 milhões de toneladas de grãos, que são importados do Mato Grosso e do Paraguai. Isso acarreta um custo de cerca de R$ 7 bilhões por ano. Segundo o presidente da Acic de Chapecó, Lenoir Brochi, com a nova ferroeste a economia seria de 30%, ou seja, R$ 2 bilhões.

    Uma das grandes preocupações é que o ramal catarinense possa beneficar mais o Paraná que também tem uma suinocultura e avicultura fortes e, portos catarinenses possam perder produtividade. “De Chapecó para os portos catarinenses, vamos sim precisar que o Governo faça os estudos, melhore as estradas e que o litoral também compre essa briga”, disse Zancanaro.

    Conselheiro Herneus De Nadal assume presidência do TCE/SC

    Posse TCE SC 1636
    CRÉDITOS: MAFALDA PRESS

    Mais de 700 pessoas prestigiaram a posse do conselheiro Herneus De Nadal no fim da tarde de segunda-feira (13), na Presidência do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) para o biênio 2023-2025. Durante a sessão especial realizada em Florianópolis, os conselheiros José Nei Ascari e Adircélio de Moraes Ferreira Júnior foram empossados nos cargos de vice-presidente e de corregedor-geral, respectivamente.  Participaram os chefes dos Poderes e dos órgãos estaduais e municipais, integrantes do Sistema Tribunais de Contas, ex-governadores, ex-senadores, deputados estaduais e federais, desembargadores, vereadores, procuradores municipais, secretários e demais autoridades. Em seu discurso, o conselheiro Herneus abordou a importância da participação dos cidadãos na tarefa de fiscalização.

    SC-305

    A Secretaria de Estado da Infraestrutura fará a readequação do projeto da obra de restauração SC-305, entre São Lourenço do Oeste e Campo Erê. O objetivo é que os custos de recuperação, que no projeto original seriam de R$ 4,2 milhões por quilômetro, girem em torno de R$ 1 milhão – média das rodovias federais da região. A análise do projeto deve ser finalizada em 60 dias e, posteriormente, encaminhada ao Grupo Gestor para deliberação. A Secretaria também cancelou a ordem de serviço da obra, pois o documento, assinado em dezembro de 2022 é inválido, por ter sido assinado pelo coordenador regional da SIE, quando deveria ter sido feito pelo secretário da pasta ou pelo Governador.

    Inovação

    Mais de 1,16 milhão de receitas médicas foram emitidas on-line em Santa Catarina em 2022, conforme mostra o levantamento do Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (CRM-SC). Acessada em espaço restrito, de uso exclusivo, a ferramenta possibilita que os consultórios deixem de usar receitas em papel, que geram mais despesas e exigem espaço para armazenamento, e aumenta a comodidade para o paciente, que sai da consulta – presencial ou de telemedicina – com requisições de exames e a prescrição de medicamentos em arquivo digital. Além disso, foram preenchidos digitalmente mais de 109 mil atestados.

    Novas leis

    O Executivo sancionou nesta semana mais 11 leis que tiveram origem em projetos elaborados pelos deputados e aprovados na Assembleia Legislativa no fim do ano passado. Entre elas estão: a Política Estadual para o desenvolvimento da apicultura, criação de caminhos rurais e obrigação de informar preço do leite aos produtores na ocasião do pagamento, o valor mínimo a ser pago pelo litro de leite no mês subsequente. As novas normas foram publicadas em edições do Diário Oficial do Estado (DOE) no decorrer desta semana e já estão em vigor.

    PSD na Capital

    No primeiro ato após assumir o comando do PSD em Santa Catarina, ao lado de Marlene Flenger, o presidente do partido, Eron Giordani, passou para o prefeito de Florianópolis, Topázio Neto, o comando do partido na Capital. “O Prefeito Topázio Neto traz para o comando do PSD Florianópolis sua experiência como gestor e nos auxiliará no projeto de 2026”, ressaltou o Presidente do PSD em Santa Catarina, Eron Giordani.

    >> Clique aqui para ver a coluna Pelo Estadopelo_estado_15-02-2023

    Produção e edição 

    Mônica Foltran para APJ/SC e ADI/SC

    Colaboração Cláudia Carpes

    Contato: peloestado@gmail.com

    Cidades