21.6 C
Itapema
terça-feira, junho 18, 2024
mais
    InícioCidadesPorto BeloEm três anos, município de Porto Belo emite 566 alváras de construção

    Em três anos, município de Porto Belo emite 566 alváras de construção

    Em:

    Em Destaque

    O que se percebe em uma volta por Porto Belo, agora é confirmado pelos números da Prefeitura, a cidade é um grande canteiro de obras. Segundo estimativa da Secretaria Municipal de Planejamento, de 2020 a julho de 2023 foram concedidos 566 alvarás de construção residencial e comercial, sendo 195 para a edificação de prédios.
    O número total de alvarás gerados é o equivalente a 2.190.142,53 metros quadrados de área construída, uma média de 730 mil m² autorizados por ano. Mais do que a cidade vizinha. De acordo com a Prefeitura de Balneário Camboriú, em 2022 foi autorizada a construção de 563.555,13 m².
    A valorização crescente do mercado imobiliário de Porto Belo é impulsionada por vários fatores como a proximidade com Balneário Camboriú e Itapema, as cidades com o metro quadrado mais caro do país, a privilegiada geografia que permite a passagem de grandes navios, o que faz de Porto Belo a Capital Catarinense dos Transatlânticos, e a facilidade de acesso a dois aeroportos, Florianópolis e Navegantes.
    Além disso, as inúmeras belezas naturais, especialmente, as praias de cor esmeralda e as iniciativas públicas e privadas para aprimorar a infraestrutura do município fazem com que cada vez mais investidores se interessem na cidade, com destaque para empresas do ramo da construção civil.
    Atualmente, há cerca de 200 construtoras e incorporadoras atuando em Porto Belo. A Associação das Construtoras e Incorporadoras de Porto Belo (ACIP) reúne 44 empresas associadas, algumas vindas de outros estados, como o Rio Grande do Sul, Paraná, Brasília e outros que, entre tantos lugares no país, escolheram o município para os próximos lançamentos.
    A procura cada vez maior tanto de investidores como novos moradores, o anúncio de alguns dos empreendimentos mais modernos e sustentáveis do país, a localização estratégica da cidade e os outros tantos fatores fizeram com que Porto Belo se tornasse uma das cidades mais valorizadas do Brasil.
    Algumas regiões, como o cobiçado Balneário Perequê, o mais visitado por turistas e mais procurado pelas construtoras, onde só é autorizada a construção de apartamentos com mais de 80 m², é também o local de maior adensamento e desenvolvimento urbanístico, além de ser o mais valorizado da cidade.
    Os diversos atrativos elevam não só os números de área construída, mas também refletem em todos os aspectos. Segundo o Censo 2022, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Porto Belo está entre os 10 municípios catarinenses que apresentaram maior crescimento populacional desde 2010. A cidade se destaca ainda a nível nacional. Entre os mais de 5,5 mil municípios brasileiros, Porto Belo é o 30º que mais cresce no país.
    Porto Belo registrou um total de 27.688 habitantes, o que representa um aumento de 72,16% em comparação ao último Censo, realizado em 2010. O levantamento também aponta que o município tem uma densidade demográfica de 295,58 habitantes por km² e uma média de 2,79 moradores por residência.

    Melhoria e novos equipamentos públicos
    População maior e mais investimentos no município resultam também em aprimoramento da infraestrutura e execução de novos projetos. Por meio da parceria da Prefeitura com a Associação de Construtoras e Incorporadoras de Porto Belo (ACIP), várias obras devem ser executadas no município nos próximos anos.
    Uma destas iniciativas já pode ser conferida na prática. É o caso do aguardado molhe do Rio Perequê que começou a ser construído no dia 20 de junho e segue com as obras em ritmo avançado. O projeto do molhe e o licenciamento ambiental foram pagos pela ACIP e o investimento previsto para execução da obra, no valor de R$ 13 milhões, é custeado pelos associados da ACIP, por meio de substituição de outorga onerosa paga ao município.
    O molhe do Rio Perequê é o primeiro de uma série de ações que a ACIP realiza para aprimorar e ampliar a infraestrutura, promover mais desenvolvimento e tornar ainda melhor o município. Está em andamento a elaboração de projeto para a revitalização da orla, para o alargamento da faixa de areia de Balneário Perequê, e a pavimentação das principais ruas da cidade.
    “Esse modelo inédito no Brasil de parceria público-privada pretende não apenas valorizar ainda mais o nosso setor da construção civil, mas aprimorar a qualidade de vida de todos, deixando a cidade mais atrativa, com mais opções de lazer e diversão, melhor infraestrutura e um lugar cada vez mais valorizado e diferenciado para morar, passear e investir ”, destaca Maycol Marini, presidente da ACIP.

    Cidades