20.5 C
Itapema
terça-feira, junho 18, 2024
mais
    InícioCidadesCamboriúCrescimento populacional gera déficit na construção civil de Camboriú

    Crescimento populacional gera déficit na construção civil de Camboriú

    Em:

    Em Destaque

    Cerca de 40 mil pessoas vieram morar em Camboriú (SC) nos últimos dez anos, enquanto o aumento do número de domicílios foi de cerca de 18 mil. Segundo pesquisa 56% dos habitantes têm imóvel alugado.

    Agosto, 2023 – Com localização privilegiada ao lado de Balneário Camboriú, fácil acesso a BR-101 e um mercado imobiliário em ascensão, a cidade catarinense Camboriú tem se tornado cada vez mais atrativa para quem quer morar e investir. Nos últimos 10 anos, o município recebeu mais de 40 mil novos moradores, já a quantidade de domicílios, no mesmo período, aumentou somente cerca de 18 mil unidades. Pesquisa encomendada pelo Parque Camboriú, empreendimento que está em construção na cidade, com entrega prevista para 2027 e terá 447 apartamentos, constatou que 56% da população mora em imóveis alugados, sendo que 51,6% da população é considerada ativa economicamente e tem maior potencial de compra. O estudo foi realizado pelo Grupo Prospecta, especializado em pesquisas para o segmento imobiliário.

    “O Parque Camboriú está a cinco minutos da Praia Central de Balneário Camboriú, região com o metro quadrado mais caro do país. Camboriú se tornou uma opção inteligente, seja para quem quer morar ou para quem quer investir, já que a projeção de valorização futura é muito maior do que em áreas que já estão com os preços nas alturas. Inclusive, 44% das nossas vendas são para pessoas que compraram com a intenção de rentabilizar por meio de locação”, afirma o CEO da PZ Empreendimentos, uma das incorporadoras do projeto, Filipe Pitz.

    Ascensão dos aplicativos de aluguel
    A pesquisa do Grupo Prospecta também sinaliza intenção de compra de jovens, casados, entre 25 e 35 anos, que pretendem comprar um apartamento com metragens menores para gerar uma receita secundária. Um comportamento que acompanha a ascensão dos aplicativos de aluguéis de imóveis residenciais de curta duração e gestão de condomínios.

    É o caso da plataforma de hospedagem Airbnb que disparou no Brasil em 2022. Uma pesquisa da Oxford Economics mostra que as reservas por meio do Airbnb tiveram aumento de 31% no país, em comparação com 2021. O relatório inédito revelou ainda que os hóspedes da plataforma totalizaram 5,2 bilhões de dólares em gastos no Brasil no ano passado. O consumo inclui custos com restaurantes, compras, entretenimento e transporte. Ainda segundo dados do Airbnb, as viagens em família estão em alta no Brasil. De acordo com dados da plataforma, as reservas para viagens em família cresceram 130% em 2022 na comparação com antes da pandemia, em 2019.

    Segundo levantamento do Grupo Prospecta, o preço médio das diárias do Airbnb para imóveis com um dormitório em Camboriú é de R$ 249,42, pouco abaixo do registrado em Balneário Camboriú, que é de R$ 289,75. Já o valor da diária para hospedagens de três quartos chegou até R$ 747,00. A pesquisa também levantou dados sobre o período de estadia dos turistas, categoria na qual Camboriú apresentou taxa de ocupação de até 47% em imóveis de 1 quarto, 38% em 2 quartos e 33% em plantas com 3 dormitórios.

    “O Parque Camboriú acompanha uma tendência mundial que são os nômades digitais, pessoas que buscam a flexibilidade para viver em qualquer lugar. Por isso, oferecemos também no empreendimento salas de reuniões e videoconferência. Além disso, o empreendimento, que está a poucos minutos de uma das praias mais cobiçadas do Brasil, também deve impulsionar o turismo da região, gerando reflexos para bares, restaurantes, padarias e entretenimento do entorno”, reforça Fabiano Zucco, CEO da Organa Eco Empreendimentos, que também assina o empreendimento Parque Camboriú.

    Sobre o Parque Camboriú
    O Parque Camboriú terá 26 andares, 8,5 mil m² de área de mata preservada e mais de 60 itens de lazer, incluindo pista privativa de caminhadas em meio ao verde, área camping, piscinas, sauna, academia, playground, brinquedoteca, quadras, redário, spa, áreas gourmets, salão de festas, salão de beleza e pet care, estúdio de gravação audiovisual e sala de gamer. Chama atenção pelo projeto arquitetônico que segue o conceito biofílico de integração da natureza com o edifício e trará um dos maiores jardins verticais de Santa Catarina. Terá corredores abertos, com vagas para a recarga de carros e motos elétricas, espaço para compostagem de resíduos orgânicos, coleta seletiva e usará placas fotovoltaicas que vão suprir a demanda de energia nas áreas de lazer.
    Mais informações: https://parquecamboriu.com.br/

    Cidades