18.3 C
Itapema
quarta-feira, maio 29, 2024
mais
    InícioCidadesItapemaInaugurada ponte do Exército que liga Itapema a Porto Belo

    Inaugurada ponte do Exército que liga Itapema a Porto Belo

    Em:

    Em Destaque

    A ponte do Exército operará no sentido Itapema-Porto Belo, enquanto a ponte balsa seguirá no sentido oposto
    A aguardada ponte emergencial do Exército foi inaugurada nesta quarta-feira (4), facilitando a ligação entre Itapema e Porto Belo. Situada na Rua 336, a estrutura é uma das iniciativas para a eventual demolição da ponte antiga e a construção de uma nova.
    Em meio aos avanços, as três pontes existentes permanecerão em operação, garantindo a mobilidade enquanto se definem os próximos movimentos. Ambas as administrações devem entrar em diálogo para decidir os próximos passos.
    O prefeito de Porto Belo, Joel Lucinda, destacou a importância dessa nova construção, sobretudo para aliviar o tráfego intenso. Ele ressaltou que, junto à prefeita de Itapema, Nilza, estão avaliando o destino da ponte antiga.
    “Estou avançando com a adutora para remoção, tenho um projeto pronto e estou no processo de licitação. Há também a questão da energia. As duas pontes operarão no sentido Porto Belo, e a ponte antiga funcionará no sentido Itapema, até que decidamos em conjunto com a prefeita Nilza o que faremos com a ponte antiga”, afirmou Joel.
    Vale ressaltar que a demolição da ponte antiga exige a realocação de uma adutora de água e toda a infraestrutura elétrica pela Celesc.
    A prefeita de Itapema, Nilza Simas, por sua vez, afirmou que a ponte do Exército operará no sentido Itapema-Porto Belo, enquanto a ponte balsa seguirá no sentido oposto. Ela vê a inauguração como uma expansão da mobilidade e, com a produção das vigas já em andamento, espera que logo se inicie a demolição da Ponte do Perequê.
    “A ponte do exército operará no sentido Itapema-Porto Belo, enquanto a ponte balsa funcionará de Porto Belo para Itapema. Hoje é um dia em que ampliamos a mobilidade e, em breve, esperamos iniciar a demolição da Ponte do Perequê o quanto antes, já que as vigas estão em produção”, declarou.
    Sobre a eficiência da construção, o Tenente Coronel Jeferson Flores Retori destacou a dedicação da equipe. “Apesar das chuvas, conseguimos trabalhar em turnos contínuos e, em quatro dias, concluímos os preparativos finais da ponte. O objetivo era liberar o tráfego o mais rápido possível para beneficiar a população das duas cidades”, explicou.
    Com a ponte agora em funcionamento, os residentes das duas cidades desfrutam de melhor conectividade. No entanto, as decisões finais sobre a ponte antiga e futuras infraestruturas permanecem em discussão entre as autoridades.

    Fonte: Visor Notícias

    Fotos: Bruno Lima/Visor Notícias

    Cidades