Adeus, Paulinho

1865
Compartilhar

LUTO
Para que matar? A resposta, por enquanto, segue sem resposta e traz uma angustia a mais para familiares e amigos. Paulinho foi encontrado sem vida em uma área de mata em Camboriú no final da manhã de ontem. Polícia não descarta o latrocínio. Amigos se despedem pelas redes sociais. Sepultamento deve ocorrer em Porto Belo.

Amigo, filho, irmão. Trabalhador. Acabou com um triste fim a espera da família do morador de Porto Belo Paulo Giovani Teixeira Gonçalves, 35 anos, desaparecido desde última sexta-feira (24). O crime deixou a região comovida.

A polícia encontrou no final da manhã de ontem, segunda-feira (27), em uma região de difícil acesso, na localidade conhecida como Macacos, no interior de Camboriú. Detalhes do crime ainda não foram repassados pelas autoridades policiais, que ainda estão trabalhando para resgatar o corpo. Porém, a Polícia Militar adiantou que a motivação do crime pode ter sido latrocínio – roubo seguido de morte. Um menor de 16 anos foi apreendido.

A família procurava por informações desde a manhã de sexta-feira (24), dia em que Paulo fez o último contato.  Ele, que estava em uma festa na Praia Brava, em Itajaí, avisou a mãe que voltava para casa, mas que antes iria deixar um desconhecido em Camboriú. Desde então, não deu mais notícias. O carro da vítima foi encontrado no mesmo dia, abandonado no centro de Camboriú.

Difícil acesso


Foram várias horas de Trabalho. Por volta das 14 horas foi possível tirar o corpo que estava em uma ribanceira, na localidade da Vila da Pedra e levar até o carro do I.M.L. Um menor de 16 anos foi apreendido e confessou a autoria do crime, ele não deu detalhes, e foi o menor que levou os policiais até o local, o corpo não apresenta perfurações de arma de fogo nem de arma branca (faca). Conforme o Capitão Zancanaro da PM de Camboriú, as guarnições tiveram de caminhar por 1 km da estrada geral da Vila da Pedra na comunidade dos Macacos até chegar pra retirar o corpo no meio do mato. A polícia Civil trabalha na hipótese de ser um latrocínio (roubo seguido de morte). Uma mulher e um homem foram vistos abandonando o carro de Paulinho em uma rua na área Central de Camboriú; imagens de segurança irão ajudar no reconhecimento deste casal, eles já estão sendo procurados e a polícia deve repassar as imagens para a imprensa.

Amigos de despedem nas redes sociais

 

 

Fernanda Almeida Assis – Amigo mais chegado que um irmão! Minha vida nunca mais será a mesma sem você! Vou te amar para sempre! Me perdoa não está lá…prometo que fiz o que pude. Sei que Deus está contigo

Claudio Vargas‎ – Uma singela homenagem a um amigo que sempre com sua alegria e profissionalismo fazia brilhar onde passava. Esteve presente e várias produções assinadas por mim E sempre era algo iluminador. Sentiremos sua falta grande amigo. O céu estará mais alegre e feliz com a sua presença. Alegre e faça a festa junto com os anjos por aí lindão. Sentimentos a família dessa pessoa incrível!!!

Helena Maes – Querido Paulinho! Você sempre muito educado, gentil e o DJ tão querido. Que triste essa notícia, estou arrasada! Meus sinceros sentimentos a família, que Deus possa confortar os corações de todos da família e amigos por esse momento tão difícil. Sempre que podia ir ver você se apresentar eu amava e fazia questão de dizer que era fã! Vou guardar no meu coração as lembranças com carinho.


Junior Coronetti
– Ah meu amigo querido, que dor em saber da sua partida, uma pessoa tão amada, querida, iluminada, e amado por todos, so tenho a agradecer a Deus por todos esses anos de amizade, por todos os momentos alegres e divertidos que passamos juntos, vou levar você para sempre em meu coração, e sempre lembrarei da sua felicidade. Obrigado por tudo. Que Deus nosso pai, te receba de braços abertos.