Além da captação, o hospital se destaca na realização de transplantes de córnea e de rim

79
Compartilhar

Região
O levantamento da SC Transplantes feito nos dois primeiros meses deste ano, aponta o Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen em segundo lugar no ranking de captação de órgãos do Estado de Santa Catarina. Até fevereiro, o Hospital havia registrado cinco doações de múltiplos órgãos. O dado mostra uma evolução da instituição que, em 2014, ocupava a nona posição no Estado. De acordo com Grey Filippe, enfermeiro responsável pela coordenação hospitalar de transplantes (CHT), o trabalho que vem sendo realizado pela equipe traz um reflexo direto nesse resultado. “Durante os anos a equipe vem se especializando e se atualizando para atender com sensibilidade os familiares enlutados. Quando o paciente dá entrada no Hospital, já inicia o trabalho da equipe da CHT, com o acolhimento aos familiares. Caso o quadro evolua para a morte encefálica, a família entende que foi feito de tudo para salvar a vida do paciente, e assim fica mais receptiva para conversar sobre a possibilidade da doação de órgão”, explica.

O Hospital também realiza transplantes de córnea e em outubro do ano passado começou a efetuar transplantes de rim. Até o momento já foram feitos 11 transplantes, todos com 100% de sucesso. O enfermeiro responsável pela CHT reforça que mesmo o Hospital fazendo a captação de órgãos que eles fazem o transplante, como o rim, o órgão captado não necessariamente será doado para um paciente do Hospital Marieta. “Fazemos a captação do órgão e ele é levado para Florianópolis onde passa por alguns exames. Se houver compatibilidade com algum paciente do Hospital, ele pode voltar, sempre respeitando a lista de espera estadual, e então fazemos o transplante.”, afirma Grey.

Cada doador pode salvar até oito vidas, por isso é importante que as pessoas conversem sobre esse assunto com seus familiares e deixem claro se tiverem o desejo de ser um doador de órgãos.