Alunos de escolas municipais participam de palestras sobre o Aedes aegypti

544
Compartilhar

 

Sensibilizar as crianças sobre os riscos da proliferação do mosquito Aedes aegypti e do escorpião amarelo. Este é o objetivo das palestras ministradas pelo Programa de Combate à Dengue nas escolas municipais de Camboriú. A equipe utiliza uma cartilha institucional, com informações e jogos educativos, para facilitar a abordagem.

“É importante manter esse diálogo com as crianças e sensibilizá-las quanto a eliminação dos depósitos. São elas que, de certa forma, chegam em casa, pedem a compreensão dos pais ou responsáveis e descartam um pratinho de planta, garrafas pet, entre outros. Hoje, é mais fácil educarmos as crianças desde pequenas, do que mudarmos os hábitos dos adultos”, declara o coordenador do programa, Maurício Costa.

 As turmas do 1° ao 4° ano da escola Profº Artur Sichmann, assim como o Centro de Educação Infantil (CEI) Julita Pereira, já foram visitadas. A equipe realizará palestras em todas as escolas municipais, desde os anos iniciais aos finais do Ensino Fundamental, assim como unidades de ensino do Estado.

Focos do mosquito

O Programa de Combate à Dengue de Camboriú registrou 583 focos do Aedes aegypti – transmissor da Dengue, da febre Chikungunya e do Zika Vírus – até a quinta-feira, dia 30. O Centro e os bairros Taboleiro e Monte Alegre apresentam maior incidência e são considerados infestado.