Alunos do IFC Camboriú conquistam 1º e 3º lugares no Global Legal Hackathon BC 2019, final do evento será em NY, nos EUA

400
Compartilhar

Mérito

Os alunos do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação (BSI), Pedro Luiz Fernandes e Rafael Silva Neukirchen, conquistaram o primeiro lugar no Global Legal Hackathon (GLH) BC 2019. Aliás, além do primeiro lugar, o pódio do evento ficou quase completo com o IFC Camboriú. Das três colocações, o campus faturou também a terceira, com a equipe formada pelos estudantes Daniel Becker Bortoluzzi, Gabriel Mauro Lemos Lisbôa dos Santos e Renan Fernandes de Souza.

O GLH é o maior evento jurídico do mundo com foco na criação de soluções práticas para o mundo jurídico, seja para negócios ou acesso à justiça. Nesta edição participaram, aproximadamente, 5.000 pessoas, em 71 cidades espalhadas por diferentes países. Balneário Camboriú, cidade na qual o IFC Camboriú marcou presença, foi um dos municípios que sediou a primeira fase do evento, com mais de 150 pessoas, entre maratonistas e mentores.

De acordo com o coordenador do BSI e também mentor representante do IFC na área de tecnologia, Alexandre de Aguiar Amaral, o evento contou com participantes de diversas regiões de Santa Catarina e de outros Estados. “Após 54 horas interruptas de maratona, as equipes apresentaram e convencerem uma banca avaliadora, compostas por membros da área jurídica, negócio e tecnologia”, destacou Alexandre.

Agora, os estudantes do IFC Camboriú vão encarar uma preparação para a próxima etapa do evento, que será online, no dia 15/03. Os vencedores da primeira rodada apresentarão suas soluções como uma demonstração em vídeo para o painel de jurados internacional do segundo turno. Após essa etapa virtual, no dia 04/05, ocorre a final em Nova Iorque, nos Estados Unidos, com a demonstração das soluções tecnológicas para um painel ao vivo de juízes.

Confira a classificação do Global Legal Hackathon BC 2019:

  • 1º lugar ficou com a Easy Legal, que facilita o entendimento do “Juridiquês” (alunos do BSI – IFC Camboriú)
  • 2º lugar, 2BRAVE (@twobrave ) , fornecendo acesso jurídico à mulheres que sofreram algum tipo de violência.
  • 3º lugar, Jus Check, uma plataforma que facilita a consulta penal (alunos do BSI – IFC Camboriú)

Segundo Amaral, as premiações foram R$ 2,5 mil reais para a primeira equipe vencedora, R$1,5 mil para a segunda e R$ 500 para a terceira equipe. “Muito além das premiações o evento proporcionou aos alunos a possibilidade de aplicar os conhecimentos adquiridos no curso de Sistemas de Informação em uma área e problemáticas comumente não abordadas nos cursos de tecnologia, a área jurídica, bem como realizar networking com os demais participantes e empresários”, finalizou o professor.