Balneário Camboriú decreta situação de atenção devido à estiagem do Rio Camboriú

611
Compartilhar

Abastecimento

O prefeito em exercício, Roberto Souza Júnior, decretou como medida de prevenção nesta quarta-feira (12) situação de atenção em Balneário Camboriú devido à estiagem do Rio Camboriú. O documento foi assinado hoje e será publicado nesta quinta-feira (13). “As ações executadas pela Administração Municipal e Emasa não estão sendo suficientes para reverter a situação do Rio Camboriú. Também não há previsão de chuva para os próximos dias, por isso, para não afetar o abastecimento de água estamos decretando situação de atenção para que seja realizada todas as ações necessárias e a tomada de medidas jurídico-administrativas, que possam reduzir os efeitos da estiagem”, disse o prefeito.

Para economizar água, na tarde de ontem, o prefeito em exercício solicitou preventivamente o fechamento do registro dos chuveiros da Praia Central. Além disso, a Emasa com Prefeitura de Camboriú, concessionária Águas de Camboriú, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Camboriú (SITRUC) e Comitê do Rio Camboriú, traçaram um Plano de Emergência Operacional Conjunto para o Sistema de Abastecimento de Água. Dentro deste plano, já sendo feita a transposição de água do Parque Linear para o Rio Camboriú e, ainda, o fechamento dos desvios dos canais que irrigam as arrozeiras.

O último registro da régua da captação da Emasa foi de 89 cm, sendo que o normal para o abastecimento é de 1,40m. Segundo o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber, o decreto possibilita a tomada de medidas mais enérgicas. “Há a possibilidade de fazermos um sistema de rodízio de abastecimento das duas cidades e também fiscalização e notificação nos estabelecimentos e residências que tiverem desperdiçando água. Mas para que isso não seja necessário contamos com o apoio da população em usar água com moderação, não lavar calçadas, pátios, carro e utilizar a água apenas para o consumo essencial”, disse o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Além de preservar o meio ambiente, racionar água garante também a economia na conta de água. Confira algumas dicas para economizar água:

– Verifique vazamentos em canos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples, pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.

-Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los.

– Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba. Só abra quando for usar. Uma torneira aberta por cinco minutos desperdiça 80 litros de água.

– Evite lavar garagens e calçadas neste período. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.

– Não tome banhos demorados, cinco minutos são suficientes. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.

– Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova ou esponja e jogue no lixo.