Cemitério mal cuidado gera queixas de itapemenses

526
Compartilhar

Leitor/repórter

Sem espaço digno para novos sepultamentos, túmulos danificados, mato, falta de segurança e iluminação precária. Lixo, água parada com muitas larvas. É desta forma que se encontra o Cemitério de Itapema.

Cleyton Amaral

Quem chega para visitar os túmulos ou mesmo para sepultar um ente querido, se depara com uma situação constrangedora, que revela um verdadeiro descaso e omissão por parte dos órgãos responsáveis.

O cemitério de Itapema, localizado no Alto São Bento, parece que está totalmente largado às traças. Quem entra pelo portão fica impressionado com a sujeira e a aparente falta de espaços para novos sepultamentos, tantos que covas estão sendo abertas onde eram ruas. As imagens são de leitores do A Hora que se mostraram totalmente indignados com a falta de respeito, especialmente com os que já partiram.  Os corredores entre as covas têm muito desnível e vários buracos. Muitas sepulturas estão abandonadas e abertas.

Dengue

A falta de manutenção não é o único problema. Um vaso que enfeita um túmulo tem água parada, quando o certo, na verdade, era estar cheio de areia. “Porque que o município não toma conta disso, para que essas barbaridades não aconteçam. Tem locais onde a água parada já tem até larvas de possível mosquito da dengue”, alertou a leitora.

Prefeitura

Nossa reportagem entrou em contato com a prefeitura de Itapema, por meio de sua assessoria de imprensa, mas até o fechamento desta edição, o órgão não respondeu as indagações da reportagem.

Fotos: Elisa Santana/divulgação.

Juliano Itp/divulgação.