Coluna Cleyton Amaral

93
Compartilhar

Vice-governadora de SC pede a cabeça do chefe da Casa Civil

A vice-governadora do estado de Santa Catarina, Daniela Cristina Reinehr (PSL), divulgou uma nota à imprensa em suas redes sociais na última quarta-feira (06), comentando sobre a crise que se instaurou no estado depois da compra dos respiradores por R$ 33 milhões e disse estar “perplexa” com a situação.

“Em virtude dos recentes acontecimentos que culminaram com a renúncia do secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, originados na aquisição de 200 respiradores pulmonares junto à empresa VEIGAMED, ao custo de R$ 33 milhões, sem licitação e mediante pagamento antecipado, cuja entrega até́ o momento não se concretizou, venho a público, por esta Nota, declarar minha perplexidade”, começa Reinehr.

O estado de Santa Catarina adquiriu 200 respiradores por um valor cima do mercado de uma empresa sem histórico de vendas dos aparelhos. Os produtos deveriam chegar até o final de abril, para suprir a demanda das UTIs do estado, mas até o momento não chegaram. ⠀⠀⠀⠀⠀

A vice-governadora diz que o momento difícil que o estado enfrenta não pode culminar na falta de responsabilidade dos gestores estaduais. E afirmou que oficiou ao Legislativo catarinense e demais órgãos de controle um pedido de punição dos responsáveis.

O pedido de afastamento do chefe da Casa Civil não é apenas de Daniela, na Assembleia Legislativa também houve cobrança nesse sentido. Três parlamentares – Ada de Luca (MDB), João Amin (PP) e Laércio Schuster (PSB) – cobraram o afastamento imediato do secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba.