Coluna Cleyton Amaral

367
Compartilhar

Governantes devem mostrar exame do coronavírus para a população?

A polêmica surgiu em Brasília, após a “coronatrip” ou viagem do Corona, aquela comitiva presidente Jair Bolsonaro que foi até os EUA em um encontro com Trump, em março passado. Na volta, dias depois, 17 integrantes que tiveram os presidentes americano e brasileiro testaram positivo para Covid-19.

Devido às inúmeras “gafes” de Bolsonaro, contrariando todas as recomendações de isolamento, apertando mãos de eleitores, participando de atos públicos sem máscara, começou um grande movimento para que o chefe do Executivo brasileiro mostrasse o tal exame que realizou. De início, Bolsonaro negou-se a revelar o resultado, mas o apelo nacional foi maior.

 Bolsonaro usou os pseudônimos “Airton Guedes” e “Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz” nos exames. Os exames foram divulgados na última quarta-feira (14) depois que o ministro Ricardo Lewandowski mandou dar publicidade aos resultados.

Aqui na nossa região, uma notícia também deixou a comunidade um pouco preocupada. Na terça passada, o prefeito de BC, Fabricio Oliveira, informou, por meio de sua rede social, que estava contaminado. Felizmente, sua esposa que está grávida de sete meses, sua filha pequena e seus pais não estão com a doença, segundo os exames.

Fica a pergunta? É necessário e importante que os gestores públicos revelem seus exames? Já que muitos, apesar de não admitirem, já estão em corrida eleitoral, o que vocês acham?