Coluna Dra. Juliana Ferreira 26/03/2019

42
Compartilhar

TOD

O peso que o diagnóstico representa
TOD Transtorno infantil caracterizado por comportamento desafiador e desobediente a figuras de autoridade. A causa do transtorno desafiador de oposição é desconhecida, mas provavelmente envolve uma combinação de fatores genéticos e ambientais, geralmente diagnosticado nos primeiros anos de infância. O indivíduo pode apresentar diversas alterações no comportamento: agressão, automutilação, comportamento antissocial, gritos, impulsividade ou irritabilidade, no humor: ansiedade ou raiva, também é comum: depressão ou falta de atenção.

É comum que grande parte do pais não saiba que o transtorno é uma comorbidade do TDAH ou seja há combinações entre eles.
Com o tratamento adequado, é possível controlar os sintomas do transtorno de oposição desafiante.
Através da psicoterapia, a criança ou o adolescente aprende a controlar as emoções, sobretudo a raiva, lidar com as frustrações e relacionar-se socialmente. Para os pais, a terapia familiar e as orientações do psicólogo ajudam a elaborar melhores métodos de disciplina.

É importante frisar que o sucesso do tratamento depende muito das mudanças que devem ocorrer nos ambientes sociais e familiares que cercam a criança. Por isso, os resultados podem demorar para aparecer e o tratamento pode levar anos. Além da psicoterapia infantil, também fazem parte do tratamento a terapia familiar e a orientação aos pais, bem como neurologista, fonoaudiólogo que contribui para o desenvolvimento da linguagem oral e escrita bem como leitura entre outros.