Coluna Dr. Sullivan George Savaris

245
Compartilhar

CORONA VÍRUS – COVID–19

Todos nós estamos preocupados com a chegada do “Corona” aqui no Brasil, mais precisamente em nossa região. A melhor maneira de se lidar com isso é com informação clara e sem pânico.

Os Corona vírus (CoV) são uma grande família viral, conhecidos desde meados dos anos 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por Corona vírus causam doenças respiratórias leves a moderada, semelhantes a um resfriado comum. A maioria das pessoas se infecta com os Corona vírus comuns ao longo da vida

Os sintomas podem envolver coriza, tosse, dor de garganta e febre. Esses vírus algumas vezes podem causar infecção das vias respiratórias inferiores, como pneumonia. Esse quadro é mais comum em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou em idosos.

O Novo Corona (COVID-19), é mais agressivo, cursa com infecções pulmonares graves, sendo muito pior em pacientes idosos, imunocomprometidos e com histórico de problemas cardiopulmonares.

O isolamento visa diminuir a transmissão desse vírus, que tem como principal problema no seu controle a disseminação rápida, o período de incubação longo (tempo em que o individuo fica com o vírus, sem sintomas ou com sintomas leves e transmitindo a doença para outras pessoas); fatores esses que dificultam a prevenção e controle.

O ministério da saúde recomenda:

1) Cobrir a boca com o antebraço ou lenço descartável ao tossir e espirrar
2) A prática da higiene frequente, a desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares, brinquedos, maçanetas, corrimão, indispensáveis para a proteção contra o vírus
3) Evitar abraços, apertos de mãos e beijos no rosto.
4) Utilização de equipamento de proteção apenas por pessoas doentes, casos confirmados da doença, contatos domiciliares e profissionais de saúde
5) Recomendado que idosos e doentes crônicos evitem contato social como idas ao mercado, cinema, shoppings, viagens e locais com aglomeração de pessoas.
6) Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
7) Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool gel, que também serve para limpar objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas, etc. Para a limpeza doméstica recomenda-se a utilização dos produtos usuais, dando preferência para o uso da água sanitária (em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água) para desinfetar superfícies
8) Evitar aglomerações de pessoas e ambientes fechados com pouca circulação de ar.