Editorial Cleyton Amaral 18/03/2019

555
Compartilhar

Militares e a previdência

Hoje, um tenente-coronel tem direito a R$ 45,8 mil ao ser reformado. Com as mudanças, valor subiria a R$ 91,6 mil. No caso de um terceiro sargento, o valor passa de R$ 24,6 mil para R$ 49,3 mil. O aumento dessa gratificação faz parte do programa do governo para incluir as Forças Armadas na reforma da Previdência.

Uma das justificativas do governo Bolsonaro é que eles estão com salários defasados e não recebem direitos trabalhistas dos civis, como o FGTS. Hoje, um tenente-coronel tem direito a R$ 45,8 mil ao ser reformado.