Emergência do Hospital Ruth Cardoso, em BC, é fechada por superlotação

423
Compartilhar

Saúde

O Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, está com a sala de emergência fechada desde domingo (16). A decisão do fechamento foi tomada pela Secretaria de Saúde da cidade devido a superlotação do local. Durante todo o final de semana o hospital recebeu uma grande demanda de pacientes graves. Essa sala de emergência é o local utilizado para o atendimento dos pacientes que requerem maior cuidado. Por isso toda a infraestrutura do pronto-socorro acabou ficando comprometida.

Na noite deste domingo (16) o município de Balneário Camboriú, se posicionou emitindo uma nota orientando as ambulância do Samu, bombeiros, Litoral Vida e também as ambulâncias das secretarias de saúde dos municípios vizinhos para que não tragam novos pacientes graves.

Final de semana tumultuado

A equipe do Hospital Municipal Ruth Cardoso trabalhou intensamente no fim de semana, quando 698 pessoas foram atendidas. A emergência recebeu 61 ambulâncias, sendo 41 de Balneário Camboriú e outras 20 de cidades da região.

Na sexta-feira (14), 246 pessoas foram atendidas. No sábado (15), o número elevado se manteve e o dia fechou com 211 atendimentos. O domingo (16) foi ainda mais agitado, quando os profissionais atenderam 241 pessoas. Os pacientes vêm de diversos municípios, mas Camboriú se destaca com 200 pessoas atendidas no fim de semana. O hospital também registrou atendimentos de outras cidades: 15 de Itapema; 9 de Bombinhas e 4 de Porto Belo.

Mesmo com equipe de médicos e enfermeiros completa, a sala de emergência precisou ser fechada na noite de domingo (16) devido à alta demanda. A Secretaria de Saúde continua acompanhando a situação.