Empresas começam a trabalhar no projeto do modelo do Mercado Público da Barra

403
Compartilhar

As quatro empresas habilitadas a participar do Procedimento de Manifestação de Interesse, para apresentação de estudos de modelagem operacional, econômico-financeira, jurídica, de engenharia e arquitetura, operação, manutenção, gestão e exploração do Mercado Público de Balneário Camboriú tem até o dia 11 de março para apresentar o estudo.

Para a apresentação dos projetos alguns critérios devem ser seguidos como sustentabilidade econômica, sustentabilidade ambiental, correlação entre contrato e retorno de pagamento e a estrutura de garantias privadas e públicas e a justificativa da escolha pelo modelo de negócio. “A primeira fase é a de apresentação dos estudos de como esse mercado irá funcionar, qual aspecto terá. A segunda é a licitação do mercado. São dois certames separados. Nesse segundo, de execução do projeto, poderão participar essas e outras empresas que queiram apostar nesse empreendimento que irá transformar o berço histórico da cidade, a Barra”, explicou o prefeito Fabrício Oliveira.

O Mercado Público da Barra, além de estimular a economia e o desenvolvimento daquela região da cidade, tem o objetivo de incrementar o turismo, por meio da criação de uma nova ferramenta turística, preservar a pesca artesanal e inovar a cena cultural da cidade. O edital foi elaborado pela Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Balneário Camboriú (Compur).