Escola Olinda Peixoto revitaliza espaço da biblioteca interna

400
Compartilhar

A Escola Básica Municipal Olinda Peixoto, localizada na comunidade do Jardim Dourado, em Porto Belo, realizou nesta quarta-feira (17) a abertura oficial do novo espaço da biblioteca interna, utilizada pelos alunos matriculados. A biblioteca, totalmente reorganizada, recebeu exemplares do livro “As Aventuras de Rochedo” e os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o autor Pedro Fischer, de 15 anos e sua mãe Laura Fischer, moradores de Itapema.

Espaço mais adequado

A secretária de Educação professora Rosane Grauppe parabenizou a escola pela iniciativa de melhorar o espaço da biblioteca, deixando-a mais atraente para os alunos. “Para que possamos incentivar a leitura é importante que possamos gerar bons sentimentos no momento em que o aluno está com o livro. Esta recuperação do espaço da biblioteca sem dúvidas tornou o ambiente muito mais aconchegante e conseguimos perceber que os alunos estão empolgados com a novidade. Sem dúvidas será muito bem utilizado e poderão nascer aqui novos leitores apaixonados” – diz.

A mãe de Pedro, Laura, diz que desde muito cedo o filho manifestava a vontade de ser escritor, mas explica que deixou o tempo passar para ter certeza das vontades da criança. Pedro estuda em escola pública no Município de Itapema e assim, a mãe explica sobre a importância de sonhar e enfatiza que a todo sonho é possível de ser realizado. “O Pedro sempre teve muito contato com os livros e veio daí a vontade de escrever. Os alunos, principalmente das escolas públicas, precisam saber que todo sonho é possível, precisamos apenas correr atrás. O primeiro passo para ser um escritor é gostar de ler e sempre tirar um tempo para escrever alguma coisa” – explica.

Sobre a biblioteca

A biblioteca da Escola Olinda Peixoto conta com 154 exemplares, todos em boas condições. A professora Josiane Ferreira Raimundo, que auxiliou no processo de revitalização do espaço, conta que os livros da biblioteca foram selecionados e optou-se por tirar os livros didáticos e deixar apenas literatura, voltada para as diferentes faixas etárias. Também participaram de forma efetiva da recuperação da biblioteca a professora Bruna Correia Gomes, a gestora Norma Beatriz da Silva e a gestora adjunta Tatiane Filippini, além da ajuda voluntária do professor Jairo Palna, do espaço Eco do Avencal, além do apoio dos demais professores e funcionários da Escola. A cerimônia de abertura da biblioteca contou com a participação especial da professora do Município de Bombinhas Samara Miranda, que realizou uma contação de história.