Lutadores de Itapema precisam de apoio para disputar o mundial

3962

Artes Marciais

O evento acontece nos próximos dias 12 e 13 de maio na capital argentina, Buenos Aires. Atletas são os únicos representantes do nosso município na competição.

O UIAMA Word, o campeonato mundial de Artes Marciais irá acontecer nos dias 12 e 13 de maio na Argentina. E os atletas Carlos Thaide e Ronaldo Ribeiro, da Imperial Team, aqui da cidade, foram convocados para representar nosso município e integrarão a seleção brasileira de Muay Thai. Segundo o Thaide, que além de atleta também é professor, esta competição é a chance que ele e a cria (Ronaldo, que começou como aluno há oito anos) e hoje é o braço direito do mestre, tem de ganhar mais visibilidade no esporte.

 

Ent

retanto, primeira batalha dos lutadores antes do mundial já começou, a de conseguir apoio para custear as despesas no mundial. De acordo com o mestre Thaide, o evento tem dois dias, porém os atletas devem chegar mais cedo para a preparação, pesagem de peso e etc. O valor para as despesas com transporte, alimentação deve gira em torno de R$ 2 mil para cada um. Por isso, os esportistas contam com o apoio de amigos e, principalmente, de empresários da nossa região. “Tanto eu como o Ronaldo já estamos há bastante tempo na luta, construímos ao longo de muito suor o nosso nome. Contamos com a ajuda de alguns empresários, mas para estes eventos internacionais, o custo é mais alto e sempre precisamos de mais apoio. Hoje o esporte, seja ela as lutas ou outro é uma grande forma de investimento, pois quem são ganhando é o atleta e também o empresário. Por isso quem tiver interesse em nos apoiar poderá contar com nossa gratidão e também com nosso desejo de sempre vencer e elevar não somente o nosso nome, mas, também daqueles que nos ajudam. Quem quiser colaborar com este desafio poderá entrar em contato com o jornal, ou por meio das nossas redes sociais. Mais uma vez convocado a defender o Brasil e Itapema no UIAMA WORLD 2018 na Argentina. Conto com a ajuda de todos os amigos e apoiadores, pois mais uma vez será aquela correria gostosa!!! Vamos buscar o título”, enfatiza o professor.

 

No ano passado o atleta e professor Carlos Thaide passou três meses na Tailândia, se especializando.