Mirante ofuscado

649
Compartilhar

Degradação turística

O nome deveria ser do encanto, porém está mais para desencanto. Ferrugem, infiltração, pintura comprometida e elevador com problemas…. Até as lunetas que deveriam ser usadas para ressaltar as belezas da cidade estão danificadas….

A sensação é de abandono. Assim encontra-se um dos principais pontos turísticos de Itapema.  O Mirante do Encanto é com certeza um dos lugares imperdíveis para quem visita Itapema. O alto da torre proporciona uma visão panorâmica da cidade, sendo possível ver todas as praias do município, e o entorno com montanhas verdes e mata atlântica.

Porém até para estacionar no Mirante, localizado no Canto da Praia, tanto o morador, como o turista, pode ter problemas. Primeiro, pela falta de segurança que o local oferece. Não há sequer um vigilante no horário de funcionamento. Dois, pela falta de vagas efetivamente para deixar o carro. O que mais impressiona nem são estes problemas, mas, sim, a falta de cuidado e de carinho mesmo com o patrimônio público.

Nossa reportagem recebeu denúncias por parte de moradores e também levou em conta as palavras de um vereador da cidade que também relatava a falta de cuidados com os equipamentos turísticos.

Os problemas7

Estrutura metálica oxidada, ou seja, enferrujada. Caixa de energia sem tampa e exposta, causando perigo aos frequentadores. Fiação exposta. Pintura comprometida, rampa de acesso esteve interditada até dias atrás (basta chover para fecharem de novo) devido às infiltrações na parede e no piso. As duas lunetas, que deveriam ser usadas para ressaltar as belezas naturais da nossa cidade, pasmem, estão danificadas. Até a porta que dá acesso ao prédio público está com problemas e facilmente qualquer um pode entrar.

 

Na Câmara

Na última sessão do Poder Executivo itapemense, o parlamentar Yagan Dadam, fez uso da tribuna para expor a situação que o Mirante do Encanto se encontra. Nas palavras do vereador, é uma vergonha para o município não ter condições técnicas e nem competência para gerenciar os equipamentos turísticos. Ele ainda citou a lei municipal 3.670/2017, que fala sobre o programa de parcerias-público-privadas, que o Poder Executivo poderia até privatizar o espaço, haja visto que não tem condições de mantê-lo com qualidade.

Contraponto

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura municipal, que nos repassou o contato da secretária de Turismo. Porém até o fechamento desta edição, não havíamos conseguido uma reposta em relação à falta de manutenção do mirante. O ponto turístico segue aberto diariamente das 9h às 18h.