Pacientes reclamam do atendimento hospital Santo Antônio

2611
Compartilhar

Saúde

Na última quinta-feira, dia 21, houve um reboliço na unidade de saúde e a Polícia Militar foi acionada. De um lado pacientes, de outro, funcionários do hospital, boletins de ocorrência foram registrados

Um morador de Itapema, empresário, entrou em contato com a reportagem do A Hora, pedindo para esclarecer uma situação ocorrida com sua mãe no hospital Santo Antônio, na última quinta-feira, dia 21, à noite. De acordo com seu relato, a sua mãe estava com um quadro de alergia grave, devido a um medicamento que havia ingerido. Diante da situação, o filho levou à mãe até o Hospital Santo Antônio, no bairro Várzea, em Itapema. Como a senhora estava passando mal, ela chegou na unidade de saúde com a roupa suja, devido ao vômito, e encontrou, segundo ele, dificuldades na hora do atendimento.

Outros pacientes que também aguardava na antessala acabaram se sensibilizando com a situação e uma destas pessoas chamou a atenção dos funcionários para a prioridade no atendimento. “Fui apenas reivindicar o atendimento imediato a senhora que estava passando mal e necessitava de atendimento. Agi na emoção, pois me coloquei na situação daquele filho. O pessoal do hospital chamou a polícia para intermediar a situação”, relata a outra paciente.

Boletins de ocorrência

Foram feitos três boletins de ocorrências, um por parte do filho da senhora que estava passando mal e outro por parte da outra paciente que sentiu indignada e um por parte do Hospital Santo Antônio. A senhora que passou mal foi atendida, medicada e está melhor.

O que diz o hospital

“Em conversa com a equipe que estava de plantão na noite da última quinta, dia 21, por volta das 20h, apurou-se que atendimento estava normal naquele momento, que não havia nenhum caso de urgência ou emergência, porém havia um grande número de pacientes, fazendo com que o tempo de espera fosse maior. Um acompanhante incomodou-se com um dos pacientes (o qual não conhecia), que estava com uma possível reação alérgica e iniciou o tumulto, chutando a porta de entrada e insultando a equipe que estava de plantão com palavrões. Nesse momento, a polícia foi acionada, que compareceu ao hospital e um Boletim de Ocorrência foi registrado. O referido paciente foi atendido e liberado, agradecendo o atendimento prestado pelo hospital. Ainda, dois pacientes que aguardavam atendimento na recepção e presenciaram o fato, colocaram-se à disposição para relatar o que realmente aconteceu, caso surgisse alguma publicação em redes sociais ou jornais de circulação.”, finaliza Suelen L. de Moraes Pavan, funcionário do hospital Santo Antônio de Itapema.