Palco SC divulga selecionados para a terceira temporada

110
Compartilhar

Comprovando o sucesso das duas últimas edições, a cada ano o Palco SC ganha mais espaço no cenário da música catarinense. Nessa nova temporada, foram 71 inscrições de artistas de diversas cidades do estado.

O Palco SC surgiu com o objetivo de dar espaço aos músicos com composições de todos os gêneros e hoje conta com milhares de visualizações no canal oficial da Café Maestro Produções, idealizadora do projeto. Em um formato dinâmico, que mistura bate-papo com a apresentação de quatro músicas, o programa neste ano será transmitido ao vivo pelo Youtube e terá interatividade com o público.

As inscrições encerraram no dia 15 de junho com um registro de bandas e artistas de 19 cidades catarinenses, desbravando as fronteiras e comprovando que políticas culturais podem proporcionar um intercâmbio que leva o trabalho desses músicos para todo o Brasil.
A seleção dos artistas nesta temporada ficou nas mãos do jornalista Daniel Silva, criador do portal Rifferama, especializado em catalogar a música feita em Santa Catarina. “O foco dessa curadoria foi a diversidade, não só de gênero, mas também na questão musical e local. São dez bandas e artistas, de sete cidades do estado e de estilos como o rap, o folk, a MPB e o rock. Acredito que estamos bem representados e espero que o Palco SC possa contribuir na difusão desses talentos”, afirma.

Confira os selecionadas para do Palco SC Temporada 3

Aline Amorim (Lages)
Amanda Cadore (Chapecó)
Bona (Blumenau)
Gui Franzói (Tijucas)
Guilherme Simon (Tubarão)
Iara Germer (Florianópolis)
MC Versa (Florianópolis)
Não é mais inverno (Laguna)
Nouvella (Florianópolis)
Stella Folks (Florianópolis)

A equipe de produção inicia agora o agendamento de datas com as bandas e artistas escolhidos e as transmissões começam em agosto, diretamente do estúdio Café Maestro, em Itajaí, com apresentação da cantora e compositora Giana Cervi, direção de Marcelo Cássio e produção executiva de Elaine Calove.
Palco SC – Temporada 3 tem patrocínio da Prefeitura de Itajaí, Fundação Cultural de Itajaí e Instituto Sorrir por meio da Lei de Incentivo à Cultura.