16.6 C
Itapema
segunda-feira, julho 15, 2024
mais
    InícioSanta CatarinaColuna Pelo EstadoPelo Estado 05/06: Verba de R$ 465 milhões voltará para Santa Catarina

    Pelo Estado 05/06: Verba de R$ 465 milhões voltará para Santa Catarina

    Em:

    Em Destaque

    Um pedido que vinha sendo feito ao Governo Federal pelo governador Jorginho Mello (PL), desde que assumiu a gestão do Estado, no ano passado, parece que, finalmente, será atendido. O ministro Renan Filho (MDB) anunciou no início da semana, durante sua passagem por Chapecó, a intenção de ressarcir os R$ 465 milhões investidos pelo ex-governador Carlos Moisés (Republicanos) em rodovias federais. Diferentemente do que havia pleiteado Jorginho, os recursos não virão para o caixa do Estado e nem serão abatidos da dívida. Segundo o ministro, a devolução será em forma de obras em uma rodovia estadual. A sugestão é de que seja no trecho entre São Miguel do Oeste e Itapiranga, no Extremo-Oeste.

    Apesar de não ter comparecido ao encontro, Jorginho foi representado pelo secretário de Infraestrutura, Jerry Comper, que ficou satisfeito com a proposta. Agora, cabe ao governo catarinense apresentar o projeto para a região.

    Assim, o governo estadual fica livre para investir os recursos que seriam destinados a esta obra em outras regiões. Este é mais um sinal de uma relação cordial que o Governo Federal vem tentando manter com Santa Catarina, apesar da polarização escancaradamente vivida em todo o país.

    Renan Filho esteve em Santa Catarina para assinatura da ordem de serviço para as obras na BR-282, com um investimento de cerca de R$ 200 milhões. O ministro anunciou também a contração do projeto para a duplicação da BR-282, de Lages até São Miguel do Oeste.

    Encerrada pesca da tainha

    WhatsApp Image 2024 06 04 at 15.02.37
    Pesca da tainha é encerrada – Foto: James Tavares/Secom

    E a temporada de pesca da tainha mal começou e já terminou. Isto porque a cota estabelecida pelo Governo Federal, de 586 toneladas para categoria emalhe anilhado, ou pesca artesanal, já foi atingida, faltando ainda 19 dias para a data de encerramento oficial. Para a modalidade de cerco/traineira, ou pesca industrial, o número era de 480 toneladas. Com isso, as embarcações que estivessem no mar deveriam realizar o desembarque até  às 22h50 desta terça-feira, 4. E o que os pescadores farão no restante do tempo? Desde 2023, estes números determinados pelo Governo Federal geram polêmica, porque a pesca da tainha em Santa Catarina, além de ser uma atividade econômica rentável e aguardada, tem também um contexto cultural que é afetado com tal proibição.

    Se a cota foi atingida 19 dias antes do prazo, sinal que peixe no mar não está faltando!

    Floripa – Lisboa

    Florianópolis, agora, terá ligação direta com a Europa. A Prefeitura Municipal da Capital anunciou o início de voos diretos para Lisboa, a partir do segundo semestre. A previsão é de que os voos tenham início no dia 3 de setembro, com uma frequência de 3 por semana, totalizando 24 até outubro. Os voos, que até então partiam do Aeroporto Salgado Filho, de Porto Alegre, partirão do Aeroporto Internacional Hercílio Luz às terças, quintas e sábados.

    O registro foi realizado pela companhia aérea portuguesa TAP junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

    Redução

    Notícia bem atípica para a população que está acostumada com os aumentos constantes de tarifas, sejam elas de água, luz, gás, combustível, pedágio. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) anunciou nesta segunda-feira, 3, a aprovação da revisão tarifária dos pedágios da BR-101 Sul. A tarifa das quatro praças em Santa Catarina, localizadas em Laguna (Km 298), Tubarão (Km 344), Araranguá (Km 404) e São João do Sul (Km 457), ficaram mais baratas e a decisão foi publicada no Diário Oficial da União. A tarifa para automóvel, caminhonete e furgão passa de R$2,50 para R$2,40.

    Greve

    Trabalhadores da Casan de todas as regiões do Estado entraram em greve nesta terça-feira, 4. Eles pedem a prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e entre os pontos do acordo, pedem ainda a alteração da jornada de trabalho, reposição salarial, aumento do vale-alimentação, abono de natal e gratificação, além de outros pedidos. A Comissão de Negociação Sindical da Casan chegou a apresentar uma proposta ao Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente de Santa Catarina (Sintaema-SC), que foi negada pelo sindicato na segunda-feira, 3. Ainda de acordo com o Sintaema, a prestação dos serviços essenciais à população será mantida.

    Líderes empresariais

    O LIDE Santa Catarina e Rio Grande do Sul receberá, no próximo dia 7 de junho, o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado. O evento contará com a participação de líderes empresariais dos principais segmentos da economia catarinense, como agronegócio, tecnologia, serviços e varejo. Na pauta do encontro, Caiado abordará o tema “Competitividade Brasil: Oportunidade e Desafios”. Além do evento com Ronaldo Caiado, também haverá  sessão exclusiva no dia 4 de junho, com a presença de Tiago Altenburg, Diretor Comercial da Altenburg. Este encontro, realizado pelo Comitê de Inovação Comercial do LIDE, ocorrerá de forma virtual e será uma oportunidade para discutir o atual cenário e os desafios enfrentados pela indústria catarinense.

    Energia Solar

    Santa Catarina acaba de registrar mais de 1,4 gigawatt de potência instalada na geração própria de energia solar. De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o estado possui mais de 109 mil conexões operacionais de energia solar em telhados e pequenos terrenos, espalhadas por 293 cidades. Atualmente são mais de 139 mil consumidores de energia elétrica que já contam com redução na conta de luz, maior autonomia e confiabilidade elétrica.

    Desde 2012, a modalidade já proporcionou a Santa Catarina a atração de R$ 7,5 bilhões em investimentos, geração de mais de 44 mil empregos e arrecadação de R$ 2,2 bilhões aos cofres públicos.

    Reajuste

    A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou nesta terça-feira (dia 4) o percentual máximo de reajuste para os planos de saúde individuais ou familiares. O índice, de 6,91%, será válido para o período que vai de 1º de maio de 2024 a 30 de abril de 2025. O aumento anual é aplicado pelas operadoras na data de aniversário de cada contrato. Como o percentual está sendo divulgado com um mês de atraso, ele será aplicado retroativamente nos contratos que deveriam ter sido reajustados no mês passado.

    > Clique aqui para ver a coluna Pelo Estado PE_05.06.2024

    Produção e edição
    Por Celina Sales para APJ/SC e ADI/SC
    Contato: peloestado@gmail.com

    Cidades