16.1 C
Itapema
domingo, julho 14, 2024
mais
    InícioSanta CatarinaColuna Pelo EstadoPelo Estado 05/12: Eleições escolares 2024/2027

    Pelo Estado 05/12: Eleições escolares 2024/2027

    Em:

    Em Destaque

    Começou no domingo, 3, e encerrou às 20h desta segunda-feira, 4, a votação para eleger o Plano de Gestão Escolar (PGE) e os diretores das escolas estaduais de Santa Catarina para os próximos quatro anos, na gestão 2024 a 2027. Durante estes dois dias, professores, alunos e responsáveis puderam escolher entre as 1.227 PGEs homologadas e decidir o futuro da política educacional de 891 unidades da Rede Estadual de Ensino.

    Para a escolha dos novos diretores das unidades, pela primeira vez, o governo do Estado exigiu quórum mínimo de 50% mais um de votantes para a eleição ser validada, caso contrário, caberá ao governador indicar por livre nomeação os futuros gestores escolares, ato que gerou polêmica dentro da Assembleia Legislativa de Santa Catarina e motivou a deputada Luciane Carminatti (PT) a pedir representações no Ministério Público e no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

    Já para a Secretaria de Educação, o novo método visa garantir uma escolha democrática que tenha a adesão da comunidade.

    Em relação aos PGEs, que definem os objetivos e ações dos próximos anos, caso o percentual de votos mínimos de cada grupo votante não for atingido, a eleição será invalidada e o diretor será indicado pela Coordenadoria Regional de Educação. Os Planos homologados estão disponíveis para consulta da comunidade escolar no site da Secretaria Estadual de Educação.

    Puderam votar alunos devidamente matriculados na unidade escolar, a partir do 6º ano do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e Educação Profissional; profissionais da educação em efetivo exercício na unidade escolar que compõem o quadro do magistério (Professor, Especialista em Assuntos Educacionais, Assistente Técnico-Pedagógico e Assistente de Educação) e um responsável legal por família dos alunos devidamente matriculados na unidade escolar.

    As eleições ocorrem nas escolas da Rede Estadual de Ensino, exceto nas Escolas Indígenas, de Assentamento, Quilombolas e no Instituto Estadual de Educação (IEE).

    COP 28

    unnamed 1
    Foto: COP28 / Neville Hopwood

    As oportunidades que o hidrogênio verde e a descarbonização oferecem para a indústria brasileira foram destacadas pela Weg e pela RandonCorp, na Conferência do Clima (COP28), que ocorre em Dubai, até o dia 12 de dezembro.

    E quem integra a delegação nacional do setor, liderada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), é o presidente da Federação das Indústrias (FIESC), Mario Cezar de Aguiar, que destacou que a indústria brasileira tem mostrado a sua preocupação com essa agenda e se destacado como um país que pode contribuir nos esforços para avançar em direção a uma economia de baixo carbono.

    Em painel que discutiu hidrogênio verde, o diretor de sustentabilidade e relações institucionais da catarinense Weg, Daniel Godinho, chamou a atenção para as oportunidades tecnológicas. Ele explicou o quão importante é aproveitar a oportunidade de descarbonização da economia para agregar valor no Brasil, adensar tecnologia e praticar a chamada neoindustrialização.

    Renegociação Celesc

    Clientes ativos e inativos que possuem débitos com a Celesc estão tendo a oportunidade de renegociação de dívidas no programa “Celesc Conta em Dia”, que adentra seu último mês. Durante este período, são disponibilizadas condições especiais para a regularização de débitos, de maneira acessível e facilitada, em condições mais benéficas que no restante do ano. Para aderir, é essencial que o cadastro esteja atualizado junto à Companhia, e o cliente deve dirigir-se a uma das lojas de atendimento da Celesc.

    BNDES

    O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) firmou dois novos contratos com o banco de desenvolvimento alemão KfW (Kreditanstalt für Wiederaufbau), para fortalecer projetos de mobilidade urbana sustentável e restauração ecológica no Brasil. Assinados na segunda-feira, 4, em Berlim, os acordos compreendem um empréstimo de até 100 milhões de euros e uma doação de até 15 milhões de euros, totalizando cerca de R$ 611,3 milhões. Os recursos serão alocados pelo Ministério do Desenvolvimento e Cooperação da Alemanha (BMZ) e implementados pelo KfW.

    PEX 2023

    Na última semana, a SCGÁS foi premiada no PEX2023,  programa da Commit que reconhece e incentiva práticas de gestão de distribuidoras de gás canalizado. Na cerimônia, que aconteceu em São Paulo, a Companhia recebeu destaque na categoria “Suprimento de Gás”, juntamente com a Cegás. Mais de 300 itens em sete áreas foram avaliados, além disso, as empresas passaram por uma análise de ESG individualizada.

    Fogos de artifício

    No sábado, 2, o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, recebeu uma comitiva da Associação Nacional de Empresas de Pirotecnia, no qual o interlocutor é o empresário de Florianópolis, Marcelo Kokote. A associação busca uma lei nacional e única que regulamente o uso e soltura de fogos de artifício de baixo ruído. O objetivo da lei federal é proteger as empresas que trabalham legalmente, seguindo todas as regras e normas técnicas. A indústria da pirotecnia movimenta cerca de R$ 200 milhões ao ano.

    > Clique aqui para ver a coluna Pelo Estado PE_05.12.2023

    Produção e edição
    Por Celina Sales para APJ/SC e ADI/SC
    Contato: peloestado@gmail.com

    Cidades