Pesquisa CNI/Ibope: governo Bolsonaro é aprovado por 35% e reprovado por 27%

221
Compartilhar

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

Outros 31% dos entrevistados avaliam a gestão do presidente como regular, segundo levantamento divulgado nesta quarta-feira

Prestes a completar quatro meses no comando do Planalto, o governo Jair Bolsonaro (PSL) é considerado bom ou ótimo por 35% da população. Já o percentual daqueles que o avaliam como ruim ou péssimo é 27%. Para 31%, o governo é regular. Mais da metade da população (51%) diz confiar no presidente, enquanto 45% não confiam. A maneira de governar do presidente é aprovada por 51% dos brasileiros, enquanto 40% desaprovam.

Os dados, referentes ao primeiro trimestre de 2019, são da pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e realizado pelo Ibope, divulgado na manhã desta quarta-feira (24).

A taxa de popularidade de Bolsonaro é a quinta mais elevada em comparação à do primeiro trimestre de nove mandatos presidenciais desde 1990. À frente do atual chefe do planalto estão avaliações de Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Antes da posse, 64% dos brasileiros consideravam que a nova administração seria ótima ou boa, enquanto 14% esperavam um governo ruim ou péssimo. A análise atual mostra uma redução dessa esperança em relação ao restante da gestão: 45% afirmam acreditar que será ótima ou boa e 23% estão pessimistas, esperando que o decorrer do governo será ruim ou péssimo.

As áreas mais bem avaliadas na atual gestão são: segurança pública (57%), educação (51%), meio ambiente (48%) e combate à inflação (47%). Já as ações e políticas do atual governo com maiores taxas de reprovação, conforme as informações coletadas, são: taxa de juros (57%), impostos (56%), saúde (51%),combate ao desemprego (49%) e combate à fome e à pobreza (47%). O levantamento foi realizado entre 12 e 15 de abril, e abordou duas mil pessoas em 126 municípios com questionamentos sobre o desempenho do governo federal.