Reflexos da temporada

715
Compartilhar

Itapema sofre com a superlotação, serviços como coleta de lixo, distribuição luz, saúde pública e mobilidade estão prejudicados. Povão reclama e com razão, cidade não estava preparada esta receber tantos turistas.

Cleyton Amaral

Cidade cheia, na verdade, superlotada. Há anos que Itapema e região não tinha uma temporada com tantos turistas. Isso é bom? Depende da perspectiva que se olha. A temporada de verão representa um ganho econômico para muitas famílias, porém, consigo também traz alguns problemas a coletividade, como falta de estacionamento, serviços públicos como saúde, abastecimento de água e energia e o recolhimento de lixo ficam prejudicados. Nossa reportagem entrou em contato com as concessionárias responsáveis, mas é de se entender, Itapema está SUPERLOTADA.

Luz

Moradores reclamam das frequentes quedas de energia, praticamente em todos os bairros. A preocupação maior é o medo de estragar comidas ou danificar algum eletrodoméstico.

Saúde

Itapema tem apenas um hospital, com a alta temporada, o movimento no Santo Antônio aumentou consideravelmente. Uma mãe entrou em contato com a reportagem para queixar-se. “Estive no hospital 24 de Itapema, e está um caos. Cheguei lá com meu filho com dores no ouvido e vazando pus. Cheguei lá era umas 23h sai de lá às 5h. Tinha crianças que estavam esperando desde das 17h. Haviam somente dois médicos para atender urgências e emergências”, relata.

Lixo


Morador do bairro Tabuleiro reclama que no final da rua 617, a vários dias o caminhão do lixo não passa pela comunidade. “Moradores tem que ser se virar nos 30 para poder tirar o lixo. O problema é que muitas animais acabam rasgando” enfatiza.

Filas


Outra reclamação é em relação a mobilidade urbana. Desde o dia 1º, filas e mais filas na BR-101. Esse problema não é um problema exclusivo de Itapema, porém, muitos moradores, principalmente do Morro do Encano estão sofrendo, a comunidade que era muito pacata se transforma nesta época do ano devido a quantidade de veículos que usam a estrada geral para desviar da fila da BR-101.