São Joaquim, a terra da maçã

423
Compartilhar

Especial

Por Stalin Passos e Berenice Bordim

Na última quinta-feira, dia 18, aceitando convite da família Henrique Córdova, eu e a Berenice, saímos de Itapema e fomos conhecer parte da serra catarinense, na região de São Joaquim e municípios vizinhos (Bom Retiro e Urubici). Como o dia foi banhado por um sol claro e quente, tivemos a felicidade de apreciar as lindas paisagens, dignas de qualquer belo quadro, com cores verdes de várias tonalidades, desde o verde-escuro dos pinheiros, até o verde-claro dos gramados.

Chegando em São Joaquim, no primeiro posto de gasolina, nos informaram o acesso para a Fazenda São Luís, como disseram do velho doutor Henrique. Facilmente, após me perder na chegada, deparamos com uma majestosa Casa de Pedra (basalto), onde formos gentilmente recebidos pela família (Dr. Henrique, esposa, Marita) e nos alojamos na bela mansão e fazenda de maçã. Em sequência, conhecemos a filha do casal Silene e seu filho Pedro, que vivem na mesma casa…

Após um delicioso jantar, podemos descansar no quarto que nos foi destinado e mergulhamos num silêncio absoluto, sem qualquer ruído ou barulho da vida urbana; razão pela qual dormimos profundamente!


Já na sexta-feira, o Dr. Henrique nos levou para conhecermos a fazenda e seus pomares de maça gala e fugi, já que duas espécies se tornam necessárias para a polinização. As maçãs são suculentas, perfumadas e saborosas, assim saboreamos várias, inclusive as preparadas na casa, que se transformaram em gostosos aperitivos…

Fiquei admirado com a produtividade da terra, já que um hectare de maçã pode produzir bruto, numa colheita, desde que bem cuidado e no tempo normal, uma renda bruta de R$60.000,00; o que vale dizer uma família pequena pode ter uma boa renda anual, cuidando apenas de quatro hectares.

A Berê encantou-se também com a família e com as cantinas locais, saindo para degustar vinho com a Dona Marita (nossa gentil e linda anfitriã). Depois, felizes com os três dias passados na fazenda, na companhia da família anfitriã, voltamos para Itapema, com a certeza que voltaremos em breve.

São Joaquim, 21 de Abril de 2019.