Sarau da Tainha está de volta à Praça do Pescador neste sábado

438
Compartilhar

 

O Sarau da Tainha retorna à Praça do Pescador, no Bairro da Barra, depois de uma pausa de três meses. Neste sábado (1º), a partir das 11h, uma programação especial vai celebrar os três anos do evento.

Serão mais de 10 horas de atividades culturais gratuitas e apresentação de artistas destaques na cena regional catarinense. Realizado pelo coletivo Peixaria Cultural, o Sarau da Tainha tem apoio da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, por meio do Edital de Apoio a Eventos.

A programação começará com uma visita guiada à Capela Santo Amaro, local histórico do bairro (confira a programação completa abaixo). À tarde, espetáculos de contação de histórias divertirão o público infantil. Enquanto a criançada se distrai, os adultos poderão aprender a tecer redes de pesca ou admirar as esculturas da artista plástica Elis Teixeira.

Com um repertório autoral cheio de histórias que remetem à cultura local, a banda Música Orgânica abrirá as apresentações musicais às 16h. Na sequência, terá o projeto de arte de rua Oros Boros, com música autoral e instrumental, e o som peixeiro do Tarrafa Elétrica. A Orquestra Manancial da Alvorada, de Florianópolis, vencedora do Prêmio da Música Catarinense como artista revelação de 2017, fechará o evento.

Nos intervalos dos shows, haverá intervenções poéticas e lançamento do livro “Tratamento da Imagem”, de Demétrio Panarotto. Na programação, estão previstos ainda Microfone Aberto, que é um espaço para o público se manifestar, venda de artesanato local, distribuição gratuita do tradicional caldo de peixe e, claro, muitas histórias de pescador.

Desde o início do projeto, em 2015, o Sarau da Tainha ocupa a Praça do Pescador para reforçar a identidade cultural do bairro da Barra e fortalecer a cena artística independente. “O evento em comemoração ao aniversário do Sarau da Tainha já virou tradição anual no município. É um momento de celebrar e reunir os artistas que fazem parte dessa história”, explica Douglas Gomes, um dos idealizadores do projeto. Também será realizada, durante o Sarau, a transmissão ao vivo do programa Quinta Maldita, da rádio online Desterro Cultural.

 

Programação:

Sábado (1º)

11h: Visita guiada na Capela de Santo Amaro

12h: Almoço – Tainha na chapa com vinagrete de marisco, no Pilekinho`s (R$ 39 para duas pessoas)

13h: Som na Praça com a PlayList Sarau da Tainha

14h: Programação Infantil: Contação de Histórias com Édina Maria

15h: Programação Infantil: “Petisquinho na Cidade ao Contrário”, com Fabiolle Longhi

15h: Oficina: Tecendo Rede de Pesca com Roseni Salete Do Santos, da Associação Caminhos Verdes Mar

16h: Apresentação Musical com Música Orgânica

16h: Exposição “Da Terra”, com a artista plástica Elis Teixeira

17h: Intervenção Poética com Ernesto Wenth Filho e o Blues e Poesia

17h30: Intervenção Poética com Hang Ferrero

18h: Apresentação Musical com Oros Boros

19h: Intervenção Poética Recontos Assombrosos de Catarina, com Daniel Rosa dos Santos

19h30: Microfone Aberto e Histórias de Pescador

20h: Apresentação Musical com Tarrafa Elétrica

21h: Intervenção Poética com Abrasabarca, coletivo de mulheres poetas

21h30: Apresentação Musical com Orquestra Manancial da Alvorada