Supermercados cheios em Itapema

216
Compartilhar

De acordo com a Associação Catarinense dos Supermercados (Acats), não há necessidade de pânico, e o consumo consciente deve ser levado em conta

Os mercados só ficarão desabastecidos se o consumidor não comprar com consciência. É esta a mensagem que a Associação Catarinense dos Supermercados (Acats) está passando para a população. Por conta do agravo dos casos de coronavírus no Brasil, a quantidade de consumidores aumentou consideravelmente nos estabelecimentos.

Nesta terça, dia 17, em Itapema, virou comum a cena de carrinhos cheios, mas a recomendação é para que os clientes mantenham a calma.

“Nossa orientação é que os clientes não façam estoque, porque isso, sim, vai gerar desabastecimento. O que acontece é que alguns produtos levam dias para que haja uma reposição, é normal. Então, se as pessoas começarem a estocar, não vai ter tempo para que um novo carregamento chegue e vai faltar. Com consumo consciente, não teremos desabastecimento”, destacou Alves.

O vice-presidente afirma que a Acats está em contato constantes com os fornecedores de mercadorias. “Eles nos falam que, caso o consumo siga dentro da normalidade, não devemos ter problemas com as reposições.

O único produto que pode haver isso é o álcool em gel, porque ele já não é vendido em grande quantidade ao longo dos meses e agora a demanda aumentou muito”, apontou.

Fotos: WhatsApp/divulgação