Surfista amador de Itapema que sofreu acidente manda recado “reclame menos da vida

494
Compartilhar

#superação #exemplo

Após um ano

Uma tragédia, ocorrida há um ano atrás, por pouco não tirou a vida do funcionário da cerâmica Portobello, Daniel Ramos, 45 anos, morador de Itapema. Foi no dia 04 de novembro de 2017, quando um acidente mudou completamente sua vida.

Surfista amador, Daniel conta que chegou para praticar o esporte na Praia Brava, em Itajaí, por volta das 8h30. O mar estava tranquilo e a maré estava cheia, porém, uma semana antes havia tido uma ressaca no local, o que formou vários bancos de areia, onde as ondas quebravam. Algumas horas depois, o mar começo a baixar. Próximo das 10h, o surfista resolveu pegar a última onda para sair da água, porém, foi surpreendido. Uma onda bateu em Daniel e o derrubou da prancha.

A vítima foi arremessada para o fundo e caiu de cabeça em uma lâmina de água de cerca de 40 cm de profundidade, onde tinha o banco de areia. Com o impacto, Daniel desmaiou e passou a se afogar. Ele foi salvo por uma pessoa que estava próxima e que viu sua prancha.Daniel foi levado em estado grave para o Hospital Marieta Konder Bornhauser, em Itajaí, onde ficou em coma por dois dias na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) com suspeita de traumatismo craniano. Ao acorda, descobriu que estava tetraplégico e que precisaria passar por uma cirurgia.Atualmente Daniel está com uma tetraplegia incompleta, ou seja, movimentos descoordenados dos braços e pernas. Ele consegue ficar em pé, porém, não por muito tempo.

Apesar de todas as dificuldades, ele deixa um recado

“A gente tem que estar sempre atento e reclamar menos da vida, quando se tem a saúde em dia, emprego. Procurar sempre fazer o melhor e ser agradecidos, porque quando nós somos surpreendidos, pode ser tarde para se dar valor. Aprendi a valorizar mais a vida depois dessa situação.”Daniel Ramos./

Com informações Vipsocial/Tijucas.