Trânsito na porta das escolas irrita motorista de Itapema

520
Compartilhar

Hora do rush

Horário de entrada e saída das aulas é considera o mais crítico e motoristas reclamam da frequência das multas por falta de estacionamento

Marcos Oliveira, especial para o A Hora

Todos os dias é o mesmo transtorno: nos horários de entrada e saída dos estudantes, filas de carros sem formam nas ruas em frente às escolas de Itapema. O trânsito fica caótico.

“Durante quatro anos tem sido a mesma história. Os motoristas, inclusive eu, se obrigam a parar sobre a calçada. Na lateral esquerda, há terrenos baldios e as crianças descem no meio da rua para desviar dos carros que ficam estacionados em ambos os lados, dificultando ainda mais a passagem”, reclama a mãe de uma aluna da Escola Municipal de Educação Básica Educar, na Meia Praia.

Segundo a mãe, que prefere ter o nome preservado pela reportagem, a fiscalização do Departamento Municipal de Trânsito de Itapema (Detrami) não é frequente. “Já observei a presença de viaturas e patrulha dos agentes de trânsito, mas nunca presenciei acidente”, justifica.

O problema, segundo a motorista, é que os pais acabam estacionando no lugar reservado às vans que por sua vez precisam parar no meio da rua, em frente ao portão de saída dos estudantes, dificultando ainda mais o tráfego. “Muitas crianças embarcam nos carros, outras (menores) dependem dos pais para sair da escola. Daí vem o dilema: onde estacionar? O resultado é aplicação de multa sem qualquer aviso”, reclama.

O outro lado

O responsável pelo Detrami, Cabo Ferreira, explica que autuação por infração independe de qualquer tipo de notificação prévia ao motorista e acrescenta que os agentes de trânsito adotam bom senso antes de aplicar a multa.

“Sempre buscamos o caminho da orientação. Mesmo assim, vale lembrar que todos os portadores de habilitação recebem aulas de conhecimento das leis, principalmente as básicas, como é o caso do que ocorre em frente às escolas por estacionar em local proibido”, finaliza.

De acordo com Ferreira, um estudo em fase de andamento apontou problemas no trânsito em praticamente todas as unidades de ensino de Itapema. “Temos sérios problemas nos horários de entrada e saídas das aulas. Nossas vias são estreitas e as escolas foram construídas próximas a locais de grande fluxo de veículos”, explica.

Na escola Educar, o Detrami encaminhou uma proposta para que ônibus e vans de transporte escolar façam o desembarque pela Rua 232. “Na próxima semana, vamos conversar novamente com a direção da unidade de ensino para solucionar o problema”, promete.