Vereador Xepa presta contas de sua viagem a Brasília

456
Compartilhar

Aquisição de um trator, construção de uma lotérica no Morretes e uma agência da Caixa no Centro, instalação de uma escola no Praiamar, recursos para pavimentação e realocação da balança foram pautas do vereador de Itapema durante sua visita a Brasília

 

Na última Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Itapema, terça-feira, 14/08, o vereador do Solidariedade, Alexandre Xepa, usou da Tribuna Parlamentar para prestar contas sobre sua viagem a Brasília, feita na semana anterior a Sessão. Xepa afirmou que todo político que viaja com recurso público tem a obrigação de prestar contas para a população.

O vereador falou sobre as necessidades da cidade que levou até a capital do país, e garantiu que algumas das pautas apresentadas já estão garantidas. Um exemplo é um trator que, segundo Xepa, já está sendo produzido em uma fábrica de Santa Catarina e deve contribuir para a frota da cidade nos próximos dias.

O parlamentar também esteve em reunião na superintendência da Caixa Econômica Federal. Lá, apresentou o anseio de uma nova lotérica no Bairro Morretes e uma nova Agência no Bairro Centro. “Hoje as pessoas tem que sair de lá do fundo do Morretes para o Centro ou a Meia Praia. Nós precisamos de uma nova lotérica no Morretes. Saímos de Brasília com uma resposta positiva, de que Itapema deve receber essa lotérica dentro de três meses”, comentou o vereador.

Fez parte de sua agenda, também, a visita ao Ministério da Educação. No local, o vereador de Itapema solicitou recursos para que seja feita uma escola no Bairro jardim Praiamar. “O Praiamar é um bairro que merece uma escola. É um bairro que cresce muito e as crianças daquele local tem que estudar longe. Enquanto eu estiver nesse mandato irei lutar por isso”, afirmou durante a tribuna.

Alexandre Xepa ainda disse que protocolou junto a Senadores, pedidos de recursos para pavimentações de Itapema.

Por fim, e juntamente com o deputado federal, Oslvando Mafra, também do Solidariedade, o vereador participou de uma reunião com o diretor da ANTT- Agência Nacional de Transportes Terrestres, onde falou sobre o problema da balança no município. “Nossa balança foi projetada no centro da cidade, isso não está certo. A gente teve a informação de que um novo sistema já foi autorizado em Santa Catarina, um sistema de pesagem em movimento. Isso irá ajudar na ligação do Morretes e outros Bairro e não vai mais acontecer esses acidentes tão comuns hoje com a balança onde está”, concluiu o vereador