20.1 C
Itapema
segunda-feira, julho 22, 2024
mais
    InícioSanta CatarinaChuva dá ‘trégua’, mas previsão é de desastre para as próximas 96h...

    Chuva dá ‘trégua’, mas previsão é de desastre para as próximas 96h em SC: ‘O problema é sério’

    Em:

    Em Destaque

    Pelo Estado Entrevista: Hélio Dagnoni, Presidente da Fecomércio

    “Nossa intenção não é aumentar os impostos, é só...

    Itapema vai participar da fase estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina

    Nos próximos dias Itapema estará presente na fase Estadual...

    A chuva cessou em algumas regiões do Estado, na quinta-feira (5), porém, meteorologista alerta para piora nos próximos dias: ‘Verdadeiramente um desastre’
    A chuva que assolou Santa Catarina na quarta-feira (4), deu uma “trégua” na manhã de quinta-feira (5), porém, o meteorologista Ronaldo Coutinho alerta para piora do tempo nas próximas 96 horas: “Verdadeiramente um desastre”.
    Conforme a previsão do meteorologista, a chuva diminuiu na quinta, porém o “terror”, começa na sexta-feira (6).
    “É o intervalo, onde vai ter chuva e períodos de melhora no Estado”, informa. Segundo a Defesa Civil, a condição do tempo muda devido o afastamento da frente fria e entrada de uma área de alta pressão.
    Nas regiões do Grande Oeste ao Planalto Sul o dia será com sol e variação de nuvens, enquanto nas demais áreas haverá maior cobertura de nuvens e chance de chuva fraca que pode vir na forma de pancadas mais intensas por alguns momentos, principalmente entre a tarde e à noite.
    Chuva intensa
    Na sexta-feira a chuva volta a Santa Catarina, atuando com certa intensidade principalmente em áreas próximas ao Rio Grande do Sul, Serra e Sul do Estado e aumentando no período da tarde e noite, informa Coutinho.
    O retorno dos temporais se dá pela intensificação do fluxo de ar quente e úmido da região amazônica juntamente com a presença de sistemas de baixa pressão, explica a Defesa Civil.
    A chuva, pontualmente intensa e volumosa, pode vir acompanhada de trovoadas, fortes rajadas de vento e eventual queda de granizo, risco moderado a alto para ocorrências associadas a alagamentos, enxurradas e deslizamentos.
    Apesar da chuva, o dia será relativamente quente, com mínimas que oscilam entre 15°C e 22°C no Grande Oeste e áreas costeiras e variam entre 9 e 15°C nas demais regiões. As Máximas variam entre 19 e 32°C no Grande Oeste, Planaltos e no Alto Vale do Itajaí e marcam entre 16 e 20°C no restante do estado.

    Chuva forte no fim de semana
    No decorrer do sábado (7), os temporais se intensificam. “Chuva forte em todo o Estado, pega todo o Vale do Itajaí, Serra, Litoral, Grande Florianópolis, Oeste e Meio-Oeste. Chuva significativa, ta?”, aponta o meteorologista.
    As instabilidades se intensificam pela atuação de uma frente fria, que somada aos outros fenômenos, contribui para o aumento dos temporais em todas as regiões, com acumulados pluviométricos elevados, acompanhados de muitas descargas elétricas e episódios pontuais de vento forte e eventual queda de granizo.
    A Defesa Civil alerta para risco alto a muito alto para ocorrências associadas aos temporais e às chuvas fortes, incluindo deslizamentos, alagamentos e enxurradas. As mínimas variam de 11 a 21ºC e as máximas de 19 a 26ºC.

    Alerta da Defesa Civil
    Segundo o órgão, o período entre sexta e domingo (8) será marcado por risco de enxurradas, inundações, alagamentos e deslizamentos. O risco é alto nas áreas em laranja e moderado nas áreas em amarelo, com condições específicas para cada um dos dias.
    As instabilidades ganham força na sexta, com risco para temporais em todas as regiões, em especial no período da tarde. Além disso, os elevados acumulados de precipitação em um curto período trazem riscos para enxurradas e deslizamentos.
    Entre noite de sexta e ao longo do sábado, a DC destaca as áreas do Litoral Sul, Planalto Sul e Grande Oeste, onde podem registrar acumulados entre 150 e 200 mm.
    No domingo, os acumulados de chuva se espalham para as demais regiões de SC, com números entre 100 mm e 150 mm entre o Vale do Itajaí, Litoral Norte, Planalto Norte e Grande Florianópolis. O risco é alto para ocorrências associadas a enxurradas, inundações graduais e deslizamentos.

    ‘Um desastre’
    Coutinho atenta para o nível pluviométrico das bacias catarinenses, que, já nesta quarta, apresentaram enchentes. “Já tivemos enchentes relâmpago em Concórdia, Erval Velho, Ibiam, Tangará e Capinzal também”.
    “Todas as bacias precisam de controle. Controle do nível dos rios, desmoronamentos, deslizamentos, alagamento, tudo que envolve problemas com chuva nós vamos ter. Numa única palavra, nós vamos ter de sexta a domingo, um desastre”, frisa.
    Além disso, Coutinho ainda pontua alguns municípios precisa de atenção redobrada nas próximas 96 horas. “Blumenau vai ter enchente grande, Vale do Itajaí vai ter uma enchente grande. Planalto Norte tem problema com cheia, Vale do Rio do Iguaçu também”.

    Situação alarmante
    O meteorologista aleta para a situação futura no Estado: “O problema é sério. Não é hora de festa. O Estado de Santa Catarina vai passar por um período muito ruim nas próximas 96 horas”.
    “Não é para sair de casa. Só sair se for extremamente necessário. Vamos ter problemas de deslizamento, da pessoa não conseguir voltar para casa. Problemas de gente que vai ficar ilhada, já estamos com enchentes. Não minimizem. Vamos ter problemas sérios”, finaliza.

    FONTE: ndmais

    chuva chuva1

    Cidades