16.6 C
Itapema
segunda-feira, julho 15, 2024
mais
    InícioSanta CatarinaColuna Pelo EstadoPelo Estado 02/11: Saúde apresenta números positivos, mas orçamento de 2024 preocupa

    Pelo Estado 02/11: Saúde apresenta números positivos, mas orçamento de 2024 preocupa

    Em:

    Em Destaque

    A Secretaria de Saúde de Santa Catarina divulgou os números das cirurgias eletivas realizadas até o dia 31 de outubro, foram mais de 100 mil procedimentos, sendo o melhor resultado de todos os anos. Apesar de não conseguir zerar a fila das eletivas, como havia prometido o governador durante a campanha, o número é extremamente positivo.

    No mesmo período do ano passado, foram realizadas 80.612 cirurgias.

    Para que fosse possível alcançar esses resultados, foram implementadas, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), diferentes políticas de acesso a serviços, como a priorização do paciente oncológico a partir da implantação da Linha de Cuidado à Atenção Integral ao Paciente Oncológico e a Política Estadual de Alta Complexidade em Ortopedia entre outras ações que a Coluna inclusive já divulgou em entrevistas realizadas anteriormente com a Secretaria de Saúde, Carmen Zanotto.

    De acordo com Carmen, desde o início do trabalho, o maior desafio da saúde são as cirurgias ortopédicas, devido ao alto volume de pacientes e à complexidade dos casos. Como forma de ampliar a oferta de serviços, foram habilitados 12 novos hospitais para a realização dos procedimentos. Isso permitiu uma ampliação de 32% no número de cirurgias entre 2022 e 2023. Somente neste ano, foram realizados 12.179 procedimentos ortopédicos. Já na oncologia, a ampliação do acesso permitiu um aumento de 23% no número de cirurgias realizadas.

    Mesmo com a saúde do Estado seguindo de forma positiva, dirigentes de hospitais filantrópicos estão preocupados com a proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) de Santa Catarina do próximo ano para a saúde, atualmente em tramitação na Assembleia Legislativa. É que o orçamento da saúde para 2024 está 6,4% menor que o projetado para este ano, uma redução de quase R$ 400 milhões. Nos próximos dias, será enviado ao governador Jorginho Mello (PL) um pedido formal de revisão do orçamento.

    Café com o governador

    jorginho cafe deputados
    Foto: Secom

    O governador Jorginho Mello convidou os 40 deputados da Alesc para ir até a Casa D’Agronômica, na manhã desta quarta-feira, 1, para apresentar as oito propostas que compõem o pacote econômico feito pelo secretário da Fazenda Cleverson Siewert, da Fazenda, e pelo procurador Marcelo Mendes. Entre elas estão a implantação de uma versão estadual do Pronampe, programa de financiamento para micro e pequenas empresas, Refinanciamento de dívidas de ICMS e Badesc, e a minirreforma previdenciária. Jorginho aproveitou para pedir apoio na aprovação da ampliação da faixa de isenção da taxa de 14% cobrada aos aposentados.

    Turismo o ano todo

    Uma das entidades mais proativas na área, o Destino Floripa & Região, antigo Convention & Visitors Bureau, elegeu nova diretoria. A próxima gestão 2024/2025 será presidida pelo empresário Mario Costa Junior, da Local Tour, com a empresária Marlei Magro, da MDois Eventos, de vice-presidente. A nova gestão vai dar continuidade à nacionalização e internacionalização das ações com objetivo de atrair mais turistas para Santa Catarina. Um dos focos é o incentivo ao turismo durante o ano inteiro. A entidade já fez a captação de 10 eventos com público médio de 3 mil pessoas cada um, que serão realizados nos próximos dois anos.

    Casan na Alesc

    A Comissão Mista da Alesc criada para apurar a responsabilidade do rompimento do reservatório de água da Casan, no Monte Cristo, em Florianópolis, recebeu o diretor-presidente da Casan, Edson Moritz Martins da Silva, e o líder comunitário, Fernando César de Azevedo, conforme cronograma proposto pelo deputado Mário Motta. Na reunião, o presidente informou que, até o momento, foram pagos às famílias atingidas quase R$ 8,5 milhões em indenizações, referentes a danos a imóveis e veículos e que dentro de alguns dias, de 90 a 95% dos casos devem ser atendidos. Boa parte das afirmações do representante da Casan foi confirmada pelo líder comunitário Fernando Azevedo e enfatizou que a empresa não deixou a comunidade desamparada.

    Errata

    Na coluna da terça-feira, 31, foi publicada a informação sobre as licitações na BR-282 em Santa Catarina. Em um determinado momento do texto, foi citado o nome do superintendente do DNIT em Santa Catarina como sendo Vissilar Pretto. Na verdade, o superintendente do DNIT/SC é Alysson Rodrigo de Andrade.

    Fisco em debate

    Os desafios e oportunidades da administração tributária catarinense estiveram em destaque no 1º Fisco em Debate – Uma Jornada pela Eficiência Fiscal, reunião de trabalho realizada pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) com o apoio do Sindifisco/SC na terça-feira, 31, em Florianópolis. Voltada aos auditores fiscais e analistas da Diretoria de Administração Tributária (DIAT) da Fazenda, a agenda contou com a participação do governador Jorginho Mello e da vice-governadora Marilisa Boehm.

    Mudanças no TJSC

    O desembargador Altamiro de Oliveira assumiu na quarta-feira, 1, a presidência do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Atual 1º vice-presidente, Altamiro de Oliveira ocupará o mais alto cargo da Justiça catarinense no lugar do desembargador João Henrique Blasi, que renunciará à presidência na mesma oportunidade. Com a mudança, os cargos de 1º vice-presidente, 2º vice-presidente e 3º vice-presidente serão ocupados, respectivamente, pelos desembargadores Getúlio Corrêa, Gerson Cherem II e Rejane Andersen. Os magistrados ficarão no comando do Tribunal de Justiça catarinense até o dia 1º de fevereiro de 2024, quando então assumirá uma nova gestão na Corte.

    > Clique aqui para ver a coluna Pelo Estado PE_02.11.2023

    Produção e edição
    Por Celina Sales para APJ/SC e ADI/SC
    Contato: peloestado@gmail.com

    Cidades