17.7 C
Itapema
segunda-feira, agosto 8, 2022
mais
    InícioCidadesBalneário CamboriúProjeto Caravana das Mulheres estará na Barra em 6 de agosto

    Projeto Caravana das Mulheres estará na Barra em 6 de agosto

    Em:

    Em Destaque

    Caminhões na pista: município pede apoio da PRF

    PORTO BELO — Motoristas que utilizam a Adulce Garcia...

    POLÍCIA FEDERAL APREENDE 47KG DE COCAÍNA NA BR 101

    Itajaí/SC - A Polícia Federal apreendeu na BR 101,...

    Em 6 de agosto, mulheres vão se reunir na Praça do Pescador, no Bairro da Barra, para falar de feminismo por meio da arte. O evento faz parte do projeto “Caravana das Mulheres: Rua”, patrocinado pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Balneário Camboriú.

    A programação começa às 13h30, com uma vivência em musicalização, ministrada pela musicoterapeuta Lara Pires. Na sequência, vai ocorrer uma oficina de lambe-lambe com a artista Ana Clara Souza. O evento contará com a participação da bicampeã catarinense de boxe, Vanessa Borba, que falará sobre defesa pessoal. No decorrer das atividades, haverá uma roda de conversa com o Coletivo Mariposas e outros coletivos locais. A tarde termina com a oficina “Espaço, corpo e escrita: uma experiência afetiva”, proposta pela atriz Pietra Garcia, e a apresentação do grupo regional de maracatu Baque Mulher. Como é voltado às mulheres, o projeto disponibilizará recreação infantil para facilitar a presença do público-alvo.

    “Caravana das Mulheres”, edição Rua, visa incentivar reflexões a respeito da mulher na cidade, além de levar o discurso feminista e ações culturais a espaços periféricos, contratando e subsidiando artistas locais. Idealizado pelo Coletivo Mariposas, o projeto propõe que as mulheres, juntas, em travessia, reivindiquem espaços dentro da cidade, fora das fronteiras do lar.

    Conforme ressalta a proponente do projeto, Anna Theresa Schipmann Rebelo, uma das definições da palavra caravana é “grupo de pessoas que se juntam, por medida de segurança, para viajar pelo deserto”. “Por isso Caravana das Mulheres: um grupo de mulheres fazendo arte e trocando experiências. Buscamos, além do fomento da arte de mulheres, criar pontes de diálogos sobre as vivências, sobrevivências e obstáculos de ser mulher na nossa sociedade”, diz Anna.

    O evento será no fim de semana em que se comemoram os 16 anos da Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006. Essa lei criou mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher.

    O projeto está na segunda edição. A primeira foi em 2021, com um intercâmbio de arte entre Navegantes, Itajaí e Camboriú, as três cidades escolhidas por serem consideradas as mais violentas para mulheres na microrregião de Itajaí.

    Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas no perfil do Coletivo Mariposas no Instagram (@coletivomariposas) ou entrando em contato com as organizadoras pelo e-mail [email protected]

    Cidades