21.6 C
Itapema
terça-feira, junho 18, 2024
mais
    InícioBrasilCaixa abre mais cedo para atender Desenrola Brasil nesta sexta (21)

    Caixa abre mais cedo para atender Desenrola Brasil nesta sexta (21)

    Em:

    Em Destaque

    A mobilização surge como uma estratégia para melhor atender à alta demanda pelo programa
    Após auxiliar 225 mil clientes a saírem do vermelho e registrar um aumento de 100% na procura por negociações de dívidas em apenas dois dias do programa Desenrola Brasil, a Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou que todas as agências do país abrirão uma hora mais cedo nesta sexta-feira (21). Maria Rita Serrano, presidenta do banco, deve visitar algumas agências do Distrito Federal para acompanhar o atendimento durante a iniciativa especial.
    “Nesta sexta-feira, faremos o Dia do Desenrola, uma mobilização dos empregados para atender a população de forma mais direcionada, inclusive com a presença de dirigentes do banco em unidades espalhadas pelo país”, afirma Serrano. A mobilização surge como uma estratégia para melhor atender à alta demanda pelo programa Desenrola Brasil, que foi lançado na segunda-feira (17) e seguirá ativo até 31 de dezembro.
    Paralelamente, a instituição também está promovendo a campanha “Tudo Em Dia Caixa“, outra oportunidade para renegociar dívidas. A campanha abrange dívidas comerciais de pessoas físicas e jurídicas, com descontos que podem chegar até 90%.
    De acordo com a Caixa, cerca de 90% dos clientes beneficiados pela campanha possuem dívidas de até R$ 2 mil que podem ser quitadas. As condições variam de acordo com o perfil do contrato de cada cliente.
    Graças às ações de negociação, milhares de brasileiros terão a chance de reingressar no mercado de crédito bancário. Além disso, os clientes também poderão ter acesso a crédito para empreender, o que consequentemente gera emprego e renda, além de movimentar a economia local.
    Para obter mais informações sobre as condições especiais de negociação de dívidas, visite o site da CAIXA.
    Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

    Cidades